Os traços soltos e as cores escolhidas intuitivamente não falham. Amanda Mol é ilustradora de todo o coração. E, como tudo o que vem do coração é sincero, não poderia ser diferente com a personalidade da artista. Amanda é uma jovem mineira e designer de moda por formação. Formou-se na cidade maravilhosa, Rio de Janeiro, cenário escolhido para dar os primeiros passos em sua carreira. Hoje, de volta à terra natal, Varginha (MG), trabalha em seu atelier: cantinho de paz e inspiração.

É lá que surgem suas criações fantásticas que vão além do papel. Ideias que com o tempo se tornaram fantásticos objetos (almofadas, móbiles, colares, quadros, camisetas, letterings, canecas, gravuras, papelaria, porcelanas, flâmulas, aromatizadores), além dos cursos que ela ministra sobre seus assuntos favoritos: ilustração, jardinagem e agora, uma grande novidade: a Oficina para Sonhadores.

Tudo o que ela faz ganha asa, colorindo pessoas e lares por todo Brasil (e mundo!). Amanda Mol é sonhadora e vê a arte como ferramenta de provocar sorriso, otimismo e carinho. Conversamos com ela para saber um pouco mais sobre suas inspirações. Confira entrevista:

FTC: Amanda, fale um pouco sobre você.

Tenho 26 anos e sou uma sonhadora assumida. Me formei em design de moda e resolvi seguir a carreira de ilustradora – e hoje, me tornei uma ilustradora-sonhadora. Acredito que a união de coragem e intuição nos leva longe! E esse temperinho todos nós temos.

Trabalho todos os dias com o desejo de inspirar e aconchegar o coração dos meus clientes e seguidores. Ilustrar e transformar desenhos em produtos é a minha ferramenta de expressão neste mundo.

“Gosto de ilustrar, pintar, desenvolver objetos artesanalmente, criar estampas e projetos gráficos, embalar vendas, fotografar o dia-a-dia e processos de trabalho, viajar, cultivar flores, plantar e montar vasinhos com misturas de espécies, decorar ambientes, dançar, aprender novas línguas, meditar… (precisa ter fim?)”

FTC: Como é a sua rotina? 

Minha rotina é bem simples! Acordo entre 7 e 8h manhã e começo a jornada mais focada do meu dia: o momento de criar, pensar, escrever e fazer ideias acontecerem. Almoço em casa com a minha família e de tarde trabalho ao lado da minha equipe, embalando as vendas da loja e produzindo nossos produtos.

A tarde é o momento do workflow mais leve e setorizado, digamos assim! Encerro minha jornada as 18h e vou treinar Crossfit no meu amado Lab360*. E assim fecho todos os meus dias, treinando exaustivamente e esvaziando a mente para dormi zen!

FTC: Como as cores influenciam a sua vida e suas criações?

As cores são como mágica, sem elas acho que nada teria tanta graça! Pensar em combinações, tons e cartelas é como escolher um prato de comida mesmo! (hahaha)

É um processo apaixonante e saboroso pra mim. Estou a todo momento lidando com esta etapa, seja ao criar uma ilustração, um produto ou uma embalagem. As cores são poderosas e devemos aproveitar todas as suas potencialidades!

FTC: Com o que vc se inspira?

Coisas simples e casuais me inspiram. Gosto de pensar que o processo de criar não precisa ser difícil ou complexo, e se ele for despertado com facilidade é porque estou no caminho certo. Então, posso dizer, que o que me inspira a criar é a paz e a tranquilidade do meu dia-a-dia no atelier, perto das minhas flores, com o sol e o céu ao alcance dos olhos.

Se estou onde quero estar, em um ambiente que me traz serenidade e alegria, está tudo perfeito – a “tal da inspiração” chega rapidinho!

FTC: Uma frase que você leva pra vida. 

“Inspire amor, silencie a mente, encontre paz e expire luz.” Escrevi essa frase e criei um lettering dela! É o meu mantra de vida.

FTC: A decoração do seu ateliê é super colorida. Conte um pouco sobre o processo de criação da decoração.

O processo de criação do atelier foi muito especial e afetuoso. Pensamos em todos os detalhes juntos, eu e minha família. E fomos construindo e decorando com o que tínhamos em mãos e com o que nosso bolso permitia!

Hoje o atelier evoluiu e tomou novas formas, já ganhou uma repaginada com mudança de cores e decoração. Considero este espaço o meu céu, um lugar em constante transformação, uma mistura de tudo que amo e descubro pelo mundo.

Carrega detalhes e histórias nas paredes e nos objetos de decoração e muitas, muitas plantas. É um atelier-selva. Meu paraíso mesmo!

FTC: O que tem lido, ouvido, visto quais são os artista preferidos do momento?

Eu sou adepta da busca de referência pelo conceito da Combinatividade, do Murilo Gun! Diversos assuntos e coisas me encantam, misturo tudo isso para evoluir e criar dentro do meu trabalho. Ultimamente tenho lido sobre liderança, para viver um processo de evolução sólida e consciente da minha empresa e da equipe que tanto amo!

Alguns queridinhos das minhas listas no Spotify: Karol Conka, Tiago Iorc, Yann Tiersen, Yo-Yo Ma, Mariana Hill, Devendra, Lineker, Projeta, Clarice Falcão.

Artistas preferidos no momento: Laura Bernard, Jess Phoenix, Cris Atomic, Paula Bonet, Kobra, Mana Bernardes, Bridget Beth Collins, Jenny K (Living Pattern).

FTC: O que te dá mais prazer no seu trabalho? E o que dá menos?

O que me dá mais prazer é poder estar onde estou e ser exatamente quem sou. Meu trabalho é uma oportunidade singular de me exercer no mundo, poder tocar o coração de alguém e não me afastar da minha essência (que é o que me guia).

Ele me permite viver com simplicidade e significado, e isso é algo muito precioso pra mim. O que me dá menos prazer, e imagino que deva ser uma opinião comum, é cuidar das áreas mais duras e burocráticas. Algumas etapas dos bastidores administrativos não são dos mais saborosos! 😛

FTC: Quando viu que dava pra viver disso? Quais as maiores dificuldades nessa carreira?

Percebi que eu poderia tornar essa paixão em uma forma de trabalho durante a faculdade de Design de Moda. As disciplinas de desenho e estamparia me apresentaram um universo que até então eu desconhecia, até aquele momento eu só via o desenho como um hobby e uma distração gostosa. Então, no meu último período resolvi apostar as minhas fichas em um trabalho autoral que uniria essa paixão de infância e tudo que eu havia aprendido na graduação de moda. E assim comecei a rabiscar meus primeiros projetos!

Na verdade em sempre pratiquei o otimismo. (hahaha) Desde o princípio de tudo acreditei que daria certo e eu conseguiria viver disso! A maior dificuldade é manter força e foco para “matar um leão por dia”, todos os dias. Como autônomos no universo das artes, temos que fazer acontecer, surpreender e nos reinventar. É uma dificuldade que se torna oportunidade e apesar de desafiador e exaustivo, vejo com bons olhos!

FTC: Alguma grande novidade?

Meu mais novo curso online está no ar! É a Oficina para Sonhadores. Para pessoas de coração leve, que desejam exercitar a criatividade e fortalecer suas jornadas sonhadoras! Para quem ama o universo da Aquarela e deseja iniciar ou aprofundar um pouco mais nesta prática.

Para quem deseja conhecer sobre minha jornada sonhadora e sobre como torno minhas ideias reais. Para quem acredita que criar um trabalho autêntico e singular, traz propósito e significado para nossas vidas. Pra quem não quer deixar aquela “sementinha sonhadora” morrer, nunca!

Acompanhe o trabalho de Amanda Mol no Facebook, YouTube e no Instagram. Confira todos seus produtos em sua loja virtual e fique de olho em suas oficinas

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários