Pablo Picasso. Still Life – Eggcup, 1923.

Georges Seurat, Henri Rousseau, Auguste Renoir, Matisse, Modigliani, Picasso, Vincent Van Gogh – são famosos nomes associados à grandes pintores, mas quantos de nós tem a oportunidade de olhar de perto seus trabalhos em uma galeria ou museu para entender a arte, seus sentimentos e motivações?

Pensando nisso, a Fundação Barnes, um Museu de Arte na Filadélfia, abriu o seu arquivo para o público em geral e agora permite que qualquer pessoa contemple milhares de obras de arte, incluindo as de mestres impressionistas, pós-impressionistas e modernos, ao digitalizar parte de sua coleção tornando o acesso gratuito e on-line.

Graças ao projeto Open Access2.081 dos 4.021 objetos da Barnes estão publicados na web. Destes, 1.429 obras em alta resolução foram liberadas gratuitamente para download.

É um grande passo para um museu que até tempos atrás era um tanto quanto fechado devido, em partes, às preferências do fundador e do colecionador de arte excêntrico Alfred C. Barnes (1872-1951), que elaborou regras estritas sobre como o museu seria executado.

Henri Matisse. Deux fillettes, fond jaune et rouge, 1947. 

Os tempos mudaram e a Fundação começou a repensar sobre a apresentação de sua coleção on-line, levando em consideração o pedido inicial de Barnes, segundo conta o Diretor geral Shelley Bernstein , “mas também tivemos que pensar nas necessidades dos estudantes de hoje, pesquisadores e estudiosos. É evidente que o trabalho de outras instituições – a iniciativa do acesso aberto do MET, especialmente – ajudou a tornar essa decisão muito mais fácil”.

Pierre-Auguste Renoir. La Seine à Argenteuil, 1888. 

Embora a Fundação Barnes tenha começado a colocar suas obras de arte na internet em 2012, a coleção on-line não mostrava aos usuários a possibilidade de baixar ou compartilhar imagens com facilidade. Agora, oferece quase 1.500 itens gratuitos para download (até o momento). Há obras de Van Gogh, Chirico, Picasso, Rousseau e outros mestres da pintura.

O fato é que a tecnologia do século 21 tornou tudo muito mais fácil para a humanidade, inclusive para os adoradores e apreciadores de arte. Temos certeza que compartilhar esse conhecimento iria até agradar o próprio senhor Barnes!

ALGUMAS OBRAS DISPONÍVEIS ON-LINE PELA FUNDAÇÃO BARNES

Giorgio de Chirico. The Mysterious Swan, 1934.

Henri Matisse. Le Madras rouge, 1907.

Vincent van Gogh. The Factory, 1887.

Amedeo Modigliani. Jeune fille au corsage à pois, 1919.

Paul Cézanne. Léda au cygne, 1880.

Curtiu? Entre na coleção on-line da Fundação Barnes aqui e divirta-se!

Via

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários