Designer e escritor, Nicholas Misani vive em New York e, sim, vem ganhando o Instagram já que, ao criar belos mosaicos tipográficos dos lugares que visita ao redor do mundo, ele vai além das lembranças e souvenirs.

Na série Fauxsaics, Nick manipula digitalmente as fotos que ele tira usando um processo de mosaico, e assim nascem lindas imagens dos ladrilhos das cidades, dentre elas, Los Angeles, Atlanta, Cidade do México e Londres.

“A ideia veio da minha paixão por letras, design de interiores e artes decorativas (que, antes deste projeto, nunca havia encontrado um ponto de interseção). Comecei a experimentar a criação digital de mosaicos na agência Louise Fili e, eventualmente, passei a desenvolver a minha própria técnica”, comenta.

Os mosaicos tipográficos são uma interseção entre essas suas três paixões.

Compostas de 6.000 a 10.000 azulejos desenhados à mão, Nick acrescenta: “A autenticidade e o realismo são essenciais, por isso pequenas imperfeições são meticulosamente desenhadas em cada peça. Os sapatos vêm no final, para dar à série ‘fauxsaics’ uma escala e um lugar”.

Não por menos, cada ilustração leva, em média, entre 12 e 24 horas para ser criada, dependendo da complexidade do padrão de ladrilhos.

Nascido em Milão, em uma família de designers de joias, Nick estudou arquitetura e design industrial. Depois de morar brevemente no Japão mudou-se para os Estados Unidos, e agora trabalha como designer sênior no estúdio Louise Fili, especializado em tipografia, branding e embalagens, em Nova Iorque.

Premiado, Nicholas Misani é fascinado pela convergência das formas tradicionais e contemporâneas.

E se, assim como nós, você se encanta com mosaicos e destinos ao redor do mundo, conheça também o projeto I Have This Thing With Floors.

Acesse o trabalho de Nicholas Misani em seu site e o acompanhe a série Fauxsaics no Instagram!  

Via/Via.

Jornalista de moda e lifestyle, Selena Escher trabalha com conteúdo. Capricorniana e pesquisadora constante, adora arte, conhecer novas culturas, viajar, comer bem, a década de 1920, música, assistir a filmes e sentir-se livre.

Selena Escher – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários