Atenção editores, diretores de arte, revistas e apaixonados por ilustrações: não há mais espaço para justificativas fajutas sobre a ausência de mulheres ilustradoras no mercado. O Women Who Draw, projeto e plataforma criada exclusivamente para compartilhar trabalhos femininos, apresenta uma infinidade absurda de estilos, traços, cores e maneiras de se expressar, livre para dar vida a qualquer sentimento sem imagem.

Alexis Winter

Percebendo a ausência de ilustradoras comissionadas nos veículos de mídia e páginas de revistas norte-americanas influentes, Julia Rothman e Wendy MacNaughton tiveram a iniciativa de bolar um site que divulgasse exclusivamente trabalhos feitos por mulheres de todos os cantos do mundo, dando preferência a grupos minoritários e facilitando as pesquisas.

Junto à webdesigner Jenny Volvoski, o projeto Women Who Draw foi criado como uma oportunidade para parcerias, visibilidade, divulgação e consultas dessas profissionais extremamente criativas.

De acordo com as fundadoras da plataforma, em uma entrevista concedida ao site P3, o projeto tomou grandes proporções logo após a eleição de Donald Trump, devido a todo o alvoroço relacionado à discursos agressivos e sexistas.

Bianca Albino

Como são mais de 2.700 nomes cadastrados, você pode filtrar seu interesse como preferir. São artistas sustentadas pela diversidade, e a singularidade de cada uma é refletida na forma como as buscas são feitas no site.

Os filtros passam por etnia, religião, orientação sexual, e por aí vai. Se sua vontade é ver trabalhos de uma artista brasileira, por exemplo, basta escolher a opção “South America” e, automaticamente, será encaminhado para o próprio site da ilustradora.

A cada mês o Women Who Draw surge com um novo desafio, abordando assuntos diversificados e convidando as ilustradoras a compartilhar trabalhos no Instagram, a partir da hashtag #WWDTogether, sempre com o intuito de reivindicar os direitos das mulheres, igualdade, equidade, além de conscientizar as pessoas sobre a importância da arte no universo feminino.

#MuslimWomensDay Mona Chalabi @mona_chalabi

A post shared by Women Who Draw (@thewomenwhodraw) on

Para quem ficou com vontade de fazer parte deste incrível projeto, basta se inscrever através de um formulário dentro da plataforma. Só é necessário ter um site ou mídia social que apresente seu portfólio. Incrível, não?

Aqui vai um gostinho desse projeto maravilhoso:

Daniela Jordan

Andrea Nguyen

Irene Cecile

Christiane Beauregard

Marion Kadi

Tatiana Vieira

Essi Kimpimaki

Carina Lindmeier

Kiki Kita

Juliette Toma

Rachel Frankel

Yi Xiao Chen

Meghal Anukul

Sinomonde Ngwane

Stephanie Kubo

Alisha Davidson

Nour I. Flayhan

Camilla Perkins

Acompanhe o Women Who Draw através do perfil no Instagram, página no Facebook, Twitter e pelo próprio site.

Imagem de Capa: Marie Boiseau.

Via

Viciada em açúcar, Marina Gallegani é movida pelas forças da natureza e tem fome de liberdade. Jornalista, escritora e fotógrafa amadora, se entrega às cores da vida e sonha com viagens ao redor do mundo. Em constante reconstrução, acredita ser eterna e tem a certeza de que o sorvete é uma das fórmulas da felicidade.

Marina Gallegani – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários