Imagem

Dá para notar o fenômenos dos cactos e suculentas acontecendo na decoração. As pequenas plantas são fáceis de manusear, ocupam pouco espaço, ajudam a deixar os cômodos da casa mais verdes além de trazer charme e delicadeza únicos em cada espécie.

Se você tem dificuldade manter um pequeno vaso vivo, não se desespere. Separamos cinco dicas simples de como cuidar de cactos e suculentas, sem deixá-los morrer. Confira:

Imagem

1. Todo cacto é uma suculenta, mas nem toda suculenta é um cacto 

Sendo assim, é possível manter em mente a premissa de sobrevivência de um cacto: muito sol e pouca água. Essas plantas precisam ficar em algum lugar bem ventilado onde bata sol, ou em um local em que você possa abrir alguma janela algumas horas por dia. Suculentas e cactos adoram raios solares!

REGA: Tome bastante cuidado também para não afogá-las. Uma colher com água por semana, para vasos pequenos, é suficiente. Se o vaso for maior, duas colheres. O motivo? Não deixar as raízes empoçadas – ela deve estar sempre úmida, mas nunca encharcada, senão acaba ficando podre. Evite também jogar água em toda planta, faça isso somente na terra.

Como sei se a planta precisa de água? Espete um palito ou coloque seu dedo na terra. Se ele sair sujo, ainda não é preciso regar. Saindo seco, você pode colocar água devagar e com bom senso.

Dica: Para que sua planta viva por muito tempo, os vasos tem que ter escoamento, ou seja, um buraquinho por onde sai o excesso de água, senão você pode matá-la. Se não existir essa possibilidade, o solo deverá ser bem preparado para a drenagem e você pode conseguir isso facilmente com a ajuda de alguns materiais.

Imagem

2. O formato da folha diz a quantidade de sol necessária

Preste bastante atenção no formato das folhas de sua suculenta. A folha saudável está sempre junta. Folhas separadas ou com um comprimento fora do comum estão precisando de mais luz solar.

A planta saudável é compacta e “unida”. Se sua plantinha estiver assim, deixe-a tomar banhos de sol durante a manhã.

Imagem

3. Pedriscos brancos são bonitos, mas não fazem bem

Outra forma comum de decorar os vasos com cactos e suculentas são aquele pedriscos brancos pequeninos. A verdade é que estas pedras não fazem muito bem para elas. São mármore picado que, quando molhados, liberam um pó que vai mantando a planta aos poucos.

No lugar destes, decore com coberturas naturais como casca de pinus, palha de arroz ou pedrarias que não sejam de mármore.

4. Cortar para crescer

Se você mantiver seu cacto ou suculenta em vasos pequenos, a raiz permanece pequena e portanto a planta se mantém daquele tamanho. Se você transferi-la para um vaso maior, a raiz ganha espaço e, consequentemente, a planta aumenta.

Ai entra aquele antigo princípio da jardinagem: cortar para crescer. Neste caso, retire as folhas amareladas ou velhas. No lugar destas, nascerão folhas saudáveis.

Os cactos e suculentas também são legais pois eles podem ser facilmente cultivados. Basta coletar suas folhinhas e criar um ‘berçário’ para reprodução ou fincar na terra. Aqui, você aprende o passo a passo de maneira fácil.

Dica: não esqueça da adubação. É importante todos os meses adicionar nutrientes para renovar o material orgânico da planta. Existem vários componentes à venda que ajudam a deixar o solo sempre descompactado e arejado. Procure em lojas especializadas.

Imagem

5. Procure mudar os vasos de lugar

A professora do ensino fundamental, cheia de verdades, já dizia: plantas são seres vivos. Se você a mantém excessivamente no mesmo ambiente, ela vai ficar entediada e agoniada e isso irá refletir em seu formato, quantidade de nutrientes e existência.

Lembre-se de manter a suculenta perto do sol ao menos uma vez por dia e procure sempre trocá-la de lugar ao menos uma vez na semana.

Imagem

Se ainda não der certo, não desista! Existem razões fantásticas (e científicas) para você ter plantas em casa!

Via|Via. 

Se eu te disser todos os clichês sobre ser uma jornalista apaixonada por moda, fotografia, viagens e cultura, será que você acreditaria?

Clarissa Jurumenha – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários