Inspirado nos clubes sociais dos anos 20, o escritório do LinkedIn no Empire State Building, em Nova York, inclui um bar escondido e uma sala de reunião chamada Meg Ryan.

Inaugurado em 2015, o escritório do LinkedIn em Nova Iorque está localizado do 22º ao 28º andar no famoso Empire State Building, e possui uma vista de Manhattan de tirar o fôlego. Quando o LinkedIn contratou o estúdio IA Arquitetos e Interiores para projetar a expansão de sua área de trabalho até o 28º andar (são 33.005 pés quadrados), a empresa queria chamar atenção através do projeto arquitetônico, mas também manter como inspiração a própria cidade e seus clichês (táxis amarelos de NY, as placas de metrô). Depois de muito estudo, o estúdio de arquitetura chegou ao resultado final.

O interior imita a estética dos velhos clubes sociais e de negócios de Nova York dos anos 20; o local possui um bar secreto (“speakeasy”) escondido atrás de telefones rotativos e vintage, além de contar com paredes decoradas de diversas maneiras, incluindo uma cheia de chapéus característicos da época.

A ideia era manter o “ar” e os ambientes do LinkedIn mais sérios, assim como a rede social profissional é, mas também ser um local agradável e facilitador para as reuniões que acontecem, tendo como referência as empresas tecnológicas e do setor imobiliário, por exemplo.

“Nos afastamos de um conceito de um escritório de design super chamativo para algo com uma abordagem mais madura e sofisticada,”  – disse John Capobianco, diretor do projeto. “Mas sabemos também que as empresas de tecnologia estão se tornando mais conscientes sobre como é importante investir o dinheiro em ambientes mais despojados e nos tipos de benefícios reais que podemos oferecer aos funcionários”.

No mundo das empresas de tecnologia como Google, Candy Crush, Shutterstock, ter espaços de trabalho diferentes é considerado uma forma importante de atrair novos talentos. O LinkedIn manteve então, uma decoração de espírito jovem, mas sem deixar a seriedade de lado.

As instalações também incluem uma cafeteria, uma sala de projeção (com consoles de videogame), sala fitness, sala de bilhar, além de uma lanchonete.

Seja bem vindo!

Mesas de trabalho ajustáveis;

O escritório também traz bastante uso de papel de parede, impressões de fotos das ruas de NY capturadas através do Google Street View, além de vários ambientes monocromáticos saturados de cores.

Outro ambiente é coberto de retratos em preto-e-branco emoldurados com os animais de estimação dos colaboradores. Para fechar com chave de ouro, as salas de conferências têm o nome de estrelas do cinema que participaram de filmes que tiveram como cenário o próprio Empire State Building – como Meg Ryan e Jones Alley.

Lounge e uma vista de tirar o fôlego;

“Todo mundo no escritório está sempre ao telefone, andando com seus fones de ouvido”, disse o designer Lauren Foley. Foi isso que inspirou o tema do bar secreto, o speakeasy, que você entra através de uma porta escondida com 133 telefones rotativos vintage nas paredes.

Um dos telefones destrava a porta quando você pega e o pendura. “Muitos dos funcionários nunca sequer tinha visto um telefone de disco!”

Área comum de descanso;

Legal, não?

Via/Via.

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários