Partículas nocivas de poluição são tratadas e transformadas em tinta. Conheça a Air-Ink! 

Anirudh Sharma cresceu em Deli, na Índia, uma das cidades mais poluídas do mundo, e se inspirou em um realidade sofrida para criar algo inovador. Ele percebeu que a fuligem que sempre manchou as suas roupas se assemelhava ao carbono preto.

Depois de alguns testes realizados no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), ele e uma equipe descobriram uma maneira de reciclar as partículas que poluem o ar e transformá-las em tinta para caneta!

Esse processo é possível graças ao Kaalink, um dispositivo que filtra a fuligem lançada por veículos. A unidade é capaz de reter até 95% das partículas que saem dos escapamentos, incluindo micro partículas nocivas à saúde.

Os motoristas aplicam o Kaalink na saída dos escapamentos de seus carros e conforme andam com eles, o dispositivo vai armazenando os gases poluentes. Quando ele está prestes a encher, o motorista recebe um alerta. Depois, esse recipiente é submetido a um processo de purificação e tratamento.

O produto final é uma tinta para a caneta sustentável, que foi batizada de Air-Ink. Os estudos já conseguiram fazer com que mais de 1.6 trilhão de litros de ar poluído fosse filtrado.

Com o sucesso dos testes, Sharma co-fundou a startup Graviky Labs e lançou uma campanha de crowdfunding para viabilizar o projeto e tornar a Air-Ink uma realidade no mercado. A Cerveja Tiger (Heineken Asia), foi uma das primeiras a acreditar na Air-Ink, e em colaboração com a startup, lançou um vídeo em colaboração com artistas.

“Nós criamos uma gama completa de produtos Air-Ink para artistas de rua. Canetas, marcadores, tinta spray. Nós lançamos a ideia em um evento em Hong Kong em colaboração com artistas de rua para criar murais em toda a cidade com a nossa tinta e mensagem”. 

Atualmente são necessários apenas 45 minutos de emissões veiculares capturadas pelo Kaalink para produzir o suficiente para preencher uma das canetas. 

Devido ao enorme sucesso da campanha no Kickstarter, A Air-Ink, em breve, será produzida aos consumidores finais. Ainda é possível fazer uma doação e experimentar a caneta inovadora; eles entregam para o mundo todo!

Air-Ink

Via.

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade. Escreve um blog sobre meio ambiente, sustentabilidade e consumo consciente. Também se dedica a cozinhar, como forma de prazer e arrisca novas receitas no tempo livre.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários