capa-02-roupas-infantis

Quando a gente pensa em roupas ecológicas vem logo a cabeça o uso de tecidos naturais, sem corantes ou conservantes, que não causem danos ao meio ambiente, certo? Mas o que acontece é que esse conceito vai muito além disso.

Essa alternativa à produção em massa, vem ganhando força e veio pra ficar. É preciso que a gente tenha mais consciência dos produtos que consumimos, retomando a conexão com a maneira em que eles são produzidos, valorizando a diversidade e a riqueza de nossas tradições.

Pensando então estimular a compra de pequenos produtores, no artesanal e no mercado Slow Fashion brasileiro, hoje apresentamos 4 marcas de roupas sustentáveis infantis incríveis que vieram para mudar a maneira das crianças se vestirem. Confira:

follow-the-colours-marca-roupa-infantil-slow-fashion-iglou

1 – IGLOU – Genderless + Comprar e Doar 

As criadoras da marca Iglou, Larissa e Celina, por exemplo, pensam em produções pequenas de roupas infantis para enfatizar o seu uso consciente. E o que elas raciocinam é tão óbvio que assusta. As crianças crescem rápido e usam pouco tempo, então para que produzir muito!?

Com essa filosofia levam em conta o não desperdício de matéria-prima e valorizam o trabalho de produção com melhores condições. Outra sacada muito legal é que para cada camiseta comprada na loja, uma é doada, o que significa que alguma criança além do seu filho (a) vai ficar muito contente!

follow-the-colours-marca-roupa-infantil-slow-fashion-matiz-bebes

2 – MATIZ – Igualdade de gênero + Produção Justa + Cheia de cor

Ideias como a igualdade de gêneros e empoderamento fazem a diferença na marca de roupas da primeira infância Matiz. Que delícia não ouvir aquela perguntinha irritante: é para menino ou para menina? As cores das roupas da Matiz são livres para vestir os dois sexos.

As peças criadas com algodão orgânico e tecidos em PET, apresentam tons vivos e alegres para estimular o desenvolvimento cognitivo do bebê. Os produtos são feitos com auxílio de cooperativas de costureiras, aumentando o empoderamento dessas mulheres, valorizando a cadeia de produtores locais e o meio ambiente.

follow-the-colours-marca-roupa-infantil-slow-fashion-its-a-girl

3 – IT’S A GIRL ATELIER – Roupas Sustentáveis + Encomendas Artesanais Personalizadas 

O It’s a Girl Atelier foi criado pela estilista Tânia Neiva que produz moda infantil com uma estética das roupinhas de antigamente: muitos babados, laços, detalhes. Além de receber encomendas personalizadas, há a preocupação com a sustentabilidade (todos os tecidos são feitos com fibras 100% naturais) e o olho voltado para discussões como a maternidade, a infância e o meio ambiente. Você pode escolher entre os modelos disponíveis na loja ou encomendar um produto totalmente único!

follow-the-colours-roupas-criancas-slow-fashion-bebe-sustentavel

4 – BEBÊ SUSTENTÁVEL – Consumo Sustentável + Desenvolvimento Saudável das Crianças

A marca Bebê Sustentável se inspirou no conto “O Beija Flor e o Incêndio” para se fortalecer nessa jornada. A história tem um beija flor heróico que carrega pingos de água na boca para tentar conter um incêndio em uma floresta, enquanto outros animais correm para se salvar. Acontece que essa coragem do pequeno pássaro vai espalhando-se mais rápido que o fogo, unindo os animais.

A loja tem como objetivo educar o consumo, que também pode ser sustentável. Os produtos oferecidos incentivam o desenvolvimento saudável das crianças ao utilizar matérias-primas naturais (amido vegetal, fibras vegetais, madeira e algodão orgânico), tintas vegetais atóxicas, materiais não-petrolíferos e sem PVC, plásticos sem BPA, tecidos com proteção de FPS 50+, tecidos flexíveis e respiráveis para a hora da brincadeira.

follow-the-colours-marca-roupa-infantil-slow-fashion-pexels

Criar roupas é desenvolver uma filosofia de vida: de respeito ao trabalho, de cortar excessos, valorizar a infância e diminuir os pré-conceitos. Com essas marcas você pode fazer uma criança sentir-se bem, contribuir com o trabalho solidário e justo e ainda repensar suas ideias sobre consumo.

Que tal um pouco mais de humanização no processo de compra?

Imagens: Divulgação e Pexels.

Vana é escritora, ilustradora e formada em psicologia. Tem nove livros publicados e é autora do Porquesim – tirinhas que espalham alegria e leveza por aí. Mãe de dois filhos, Benjamin e Amora, procura viver com poesia o dia-dia em família.

Vana Campos – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários