O famoso Chá das Cinco é uma tradição inglesa. Não tem como ir até o Reino Unido e não experimentar. Pensando nisso, o Hotel Rosewood resolveu transformar essa experiência em arte. Sim, você não leu errado. O Rosewood London’s Art Afternoon Tea é inspirado na efervescência artística londrina.

Servido no salão de espelhos do hotel, o chá da tarde é composto por uma série de pequenos sanduíches, doces, scones (bolinho inglês bem conhecido por lá) e variados tipos de chá. Tudo é inspirado nos artistas Bansky, Mark Rothko, Yayoi Kusama, Damien Hirst e Alexander Calder. A execução das receitas fica por conta do chef Mark Perkins.

Os docinhos mais disputados são inspirados na obra de Bansky e Yayoi Kusama: o de Bansky representa uma de suas obras mais famosas, a garota com o balão. Trata-se de um cubo de chocolate com recheio de creme de baunilha choux, geleia de cereja, caramelo, creme de chocolate com avelãs.

O detalhe todo especial é a pequena réplica da obra do artista na frente da guloseima.

Já a torta baseada no trabalho de Yayoi Kusama homenageia sua instalação, chamada All the Eternal Love I Have for Pumpkins.

Os móveis de Alexander Calder são representados por uma escultura de chocolate, recheada com cereja e pistaches. A obra abstrata de Mark Rothko é homenageada com uma esponja de coco com framboesa, mousse de coco e enfeitada com um brilhante mistura rosa de chocolate e framboesa.

As pinturas de Damien Hirst são representadas por uma torta de chocolate branco, com sabor de geleia de cassis e coalhada de Yuzu, uma fruta cítrica típica da Ásia.

Se estiver em Londres, não deixe de visitar o hotel para degustar esses exemplares de pura arte gastronômica. O chá da tarde é servido diariamente a partir do meio-dia até sete da noite. O valor é de aproximadamente £45 por pessoa.

Vai lá: Rosewood Hotel > 252 High Holborn, Londres.

Via.

Maitê Mendonça é jornalista e gaúcha. Ama filmes e fotos do pôr do sol.

Maitê Mendonça – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários