Sucesso nos restaurantes do exterior, as sodas italianas chegam ao Brasil como uma opção de bebida refrescante e colorida. Composta de água com gás e xarope de frutas, a receita simples tem tudo para conquistar os seus dias. Confira receita! 

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-000

Menos calóricas e bem mais saudáveis do que várias bebidas como alguns sucos e refrigerantes, as Sodas Italianas crescem e aparecem em cafeterias, bares e restaurantes do Brasil. Pensando no sucesso desses refrescos, fomos conversar com o chef  Nicholas Callejas do Gastropub Maialini, de Campinas, SP.

Nicholas é mestre em preparar as bebidas artesanalmente. Suas receitas incluem a infusão de frutas, especiarias e até plantas alimentícias como a flor de hibisco. “Acredito que dá pra explorar as bebidas pelo fato de utilizarem uma gama super extensa de ingredientes, inclusive uma das flores que mais vemos no nosso cotidiano. A primavera também chega aos copos, pratos, e tudo mais.”

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-canela-01

Consumida com bastante gelo, a soda tem como base água gaseificada e xarope. Daí para frente, há uma infinidade de opções para criar a bebida: “Aqui, utilizamos de frutas da estação até especiarias como pimenta rosa e gengibre. As ervas, como manjericão e alecrim, também têm espaço, além das PANC (plantas alimentícias não convencionais), como hibisco e lavanda”, diz ele.

Em seu bar, os sabores não são fixos no menu da casa justamente por conta da busca pelo sazonal, respeitando o tempo de cada produto.

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-00

Entre algumas opções legais para quem quer se refrescar com a ideia estão a tangerina, maçã com canela, limão, mas todas as frutas que são boas para se fazer um suco também servem para fazer o xarope que vai na receita da soda. Não há limites para criar, na verdade!

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-limao

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-01

O melhor da história, segundo o chef, é que é possível reproduzir as receitas em casa. E ele ensina: “De maneira geral, a proporção é de 4 para 1. São 200ml de água gaseificada para 50ml de xarope”, pontua.

Para o xarope base, ele avisa: pode incluir um quilo de açúcar refinado e um litro de água filtrada em uma panela, deixando no fogo médio. “Aí você mistura até ficar homogêneo e espera até que o líquido fique cristalino. Depois disso, reserva o xarope na geladeira”, orienta.

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-hibisco-01

No caso de acrescentar algum sabor, a dica é substituir a quantidade do ingrediente escolhido por parte da litragem de água. Por exemplo: se o ingrediente escolhido foi limão siciliano, ao invés de 1 litro de água, é só colocar 600ml de água na receita e 400ml de suco de limão siciliano. Outra dica bacana: no caso de o sabor ser uma fruta cítrica, vale a pena acrescentar ao xarope também a casca da fruta, mas sem a parte branca.

Se a escolha for utilizar especiarias, é só colocar um pouco do ingrediente escolhido junto com a água para ferver, sendo que a quantidade varia de acordo com o gosto final desejado. Já para os que preferem a utilização de ervas, elas podem ser fervidas junto com a água, mas é melhor tirá-las depois ou, ainda, incluí-las após o xarope esfriar, deixando fusionar de um dia para o outro.

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-limao-canela-hibisco

A receita completa do xarope base (Opção de sabores) você confere aqui:

Ingredientes:

1 quilo de açúcar refinado

1 litro de água filtrada

Modo de preparo:

Coloque os ingredientes em uma panela e leve ao fogo médio. Misture até que fique homogêneo e espere até que o líquido fique cristalino. Reserve o xarope na geladeira.

*No caso de acrescentar algum sabor, é só seguir as dicas escritas acima!

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas-canela

Preparo da Soda:

– 200ml de água gaseificada

– 50ml de xarope

– gelo

Encha o copo de gelo, coloque o xarope e depois a água. Sirva com um canudo.

follow-the-colours-sodas-italianas-chef-nicholas-callejas

Nicholas é formado como chef de cozinha, fez curso de Chef Internacional, morou 6 meses na Itália trabalhando em um restaurante que possui uma estrela Michelin. Em 2014, voltou à Itália para explorar a arte da salumeria e hoje traz o melhor da cozinha tradicional de Parma para complementar a gastronomia italiana em sua cidade e em seu restaurante, em Campinas.

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Comentários