Foi no mesmo dia que conheci Mentat Gamze que me dei conta que estava diante de vários artistas que admirava pela internet, só que ao vivo. Em Istambul, na Turquia, o estúdio privado B A S I C ink, é a casa de vários tatuadores fantásticos, incluindo a própria Mentat, além de Eva Krbdk, Baris YesilbasAhmet CambazMimi MineErensu Ekmekciler, DenizCagri DurmazVasıf Daniel Kahraman e Alican Görgü, o destaque deste post.

Enquanto me tatuava com Mentat, pude perceber a precisão e o cuidado com os mínimos detalhes no trabalho de Alican, que mostrava o resultado de suas tatuagens para duas irmãs ao lado. Não é a toa que o artista tem se destacado cada vez mais.

Alican criou um estilo único na pele: ele transforma fotografias retrô de família, personagens de filmes e entes amados em memórias sensíveis, minimalistas e eternas. Confira a entrevista exclusiva que fizemos com ele:

FTC ENTREVISTA: ALICAN GÖRGÜ

1 – Conte um pouco sobre você. Como você se tornou um tatuador?

Após minha graduação na universidade (Fotografia), trabalhei brevemente na profissão que havia escolhido e me formado. Não demorou muito para eu perceber que não estava destinado àquela área. Então, eu quis e fiz uma mudança enorme e real em minha vida, que iria afetar pra sempre o meu destino. Eu escolhi outro caminho, o que me levaria a me tornar um aprendiz de tatuagem. Depois de um tempo treinando, eu comecei a melhorar o meu trabalho e hoje estou aqui.

2 – Seu estilo agora é único: você eterniza memórias, famílias/fotos/pessoas/filmes que os outros adoram. Como começou a ideia?

Como eu adoro tirar fotos e sempre curti muito filmes, desde que eu era mais novo, pensei que eternizar as memórias importantes e inesquecíveis nos corpos das pessoas seria uma ideia fantástica e única. Claro que obtive inspiração de alguns tatuadores que já praticavam isso em estilos semelhantes.

3 – Como você acha que as cores influenciam o seu trabalho?

Para ser honesto, a escolha das cores depende do material sobre o qual eu trabalho. Às vezes, ele é só preto ou também pode ter cores adicionais, isso tudo depende da fotografia. Eu também gosto de conversar com meus clientes para entender qual e que tipo de tatuagem eles querem. Depois disso, posso dizer que é uma decisão mútua entre ambas as partes.

4 – Como você se inspira?

Pode ser com uma cena curta de um filme e também com uma fotografia que muitas pessoas vêem como uma simples memória. A inspiração pode vir para mim de muitas maneiras diferentes.

5 – O que você pensa sobre esse momento em que estamos vivendo? As pessoas estão tatuando imagens únicas, obras artísticas, feitas por ilustradores/artistas na pele. Quero dizer, não é apenas uma cópia, é uma arte original feita apenas para aquele cliente.

As pessoas costumavam escolher suas tatuagens em um catálogo fixo antes. No entanto, agora perceberam que existem muitos outros estilos além dos já conhecidos, e muitos vêem as tatuagens como sua pequena coleção. Hoje, muitos querem fazer um desenho de um artista específico em vez de obter qualquer tatuagem aleatória de um artista aleatório.

6 – Como você descreve o estilo de seu trabalho?

Eu gosto de chamar meu trabalho de retrô minimalista, já que ele deriva e mantém o pensamento e traços simples.

“É um sentimento indescritível tatuar fotografias tiradas em diferentes épocas e partes do mundo. Por exemplo, eu já tatuei um retrato de família tirado no México nos anos 60 e outro de uma família norte-americana nos anos 80″, conta Alican Görgü.

Acompanhe o incrível Alican Görgü em suas redes sociais: Instagram e Facebook.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários