follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-23

Rita Zolotuhina, mais conhecida como Rit Kit, é uma artista de Kiev na Ucrânia, que tem chamado atenção por suas tatuagens botânicas bem diferentes do estilo blackwork que costumamos ver. Inspirada pela natureza, flores e aquarelas, Rita usa uma técnica única, que ela mesma intitulou de live leaf tattoo. Para criar desenhos fiéis, Rita usa carbono e plantas vivas pressionando-as contra a pele, como se fosse um estêncil, para marcar seus defeitos e ranhuras.

Sobre a transferência das folhas e plantas para a pele, ela explica: “Eu nunca vi nada parecido com isso, porém, antes de ter essa ideia, eu treinei muitos traços botânicos. Hoje consigo ver, por exemplo, no desenho de um trevo, que é algo bem popular, marcas da folha e detalhes que eu nunca tinha visto. Acho realmente que é uma abordagem única.” 

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-00

“Para mim é uma espécie de ‘outro nível’ da minha arte – alguns desenhos que faço no papel não são suficientes, eu preciso de algo mais. Acabou que eu fiquei muito inspirada com isso. Era muito arriscado no início, porque eu não conseguia prever os resultados destas gravuras, mas o trabalho evoluiu e estou cada vez mais ansiosa!”

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-10

Além desse estilo único que desenvolveu, Rit cria ilustrações contemporâneas cheias de cores, sem contornos ou com detalhes em estampas. Confira:

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-06

“Desde a minha infância eu sempre fui muito ligada em arte, fazia aulas particulares de desenho. Mais tarde, quando surgiu a faculdade, eu optei pela arquitetura. Logo no início, percebi que não era a minha praia, mas foi bem depois de ter recebido o meu diploma que uma pergunta surgiu na minha cabeça: como ir além?

Vim para Kiev (capital da Ucrânia) e aqui eu pensei que seria ótimo para mim se eu fizesse uma tatuagem. Há muito tempo pensava em me tatuar e tinha um monte de ideias. Lá se foram 2 anos desde que eu vivo na cidade e venho trabalhando com isso há um ano e meio – quase imediatamente depois de tudo acontecer.”

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-04 copy

Em Kiev, ela começou a fazer esboços em um estúdio como aprendiz, já que não tinha nenhuma experiência. “Eu tive sorte, porque houve profissionais muito bons que me ensinaram. No início, eu tatuava meus amigos, depois eu ganhei uma máquina muito boa, com a qual treinava os traços”.

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-17

E completa: “Desde o início, tenho trabalhado em cima de um tema –  a botânica. Eu realmente gosto de plantas, flores e animais em aquarela. Eu pessoalmente gosto de como as plantas combinam com a pele. Agora, o que mais gosto de fazer ultimamente é alguns arranjos de flores”.

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-07

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-26

“Todo mundo quer se arrumar: comprar roupas bonitas, acessórios. E a tatuagem é algo parecido. Além disso, para muitas pessoas, é uma espécie de marca, de lembranças, memórias.”

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-18

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-09 copy

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-03 copy

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-02

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-05

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-12

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-13 copy

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-14

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-29

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-19

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-20

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-22

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-24

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-25

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-27

follow-the-colours-rit-kit-tattoo-botanica-30

Acompanhe o trabalho de Rit Kit no Instagram.

Via.

Siga o FTC no Twitter + Facebook + Pinterest + InstagramTumblr + FlipBoard e assine nossa newsletter para updates.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários