São Paulo é uma cidade cheia de encantos. Há atrações para todas as ‘vibes’ possíveis e imaginárias. E algo que sempre me surpreende são aquelas pequenas portas que revelam espaços incríveis, causando surpresa aos olhos. Para fugir do óbvio, hoje quero que você conheça o Espaço Zebra, essa mistura fantástica de casa/ateliê aberto do artista multimídia Renato Larini e da jornalista Néli Pereira, local que também é galeria de arte, bar escondido, loja e ponto de encontro aos fins de semana.

O lugar, que fica no centro de São Paulo, era um antigo armazém que foi transformado em 2012 por Renato em um galpão de dois andares. Lá, o casal mora, trabalha, realiza oficinas e recebe pessoas em alguns eventos.

Néli conta que a ideia surgiu após os dois passarem uma temporada de cinco anos em Londres, onde os squats e as galerias mais alternativas sempre acabavam reunindo as pessoas informalmente, de uma maneira descontraída e com personalidade. Ao voltarem para São Paulo, os dois decidiram criar o Espaço Zebra – ambiente que vai de encontro com a arte, música, drinks, comidinhas e um bom papo.

Logo na entrada, no primeiro andar, vemos a galeria/loja/ateliê de Renato, onde ele cria móveis e objetos de design partindo do princípio do upcycling, de que a mobília também pode ser uma obra de arte. Ali, tudo é feito com materiais descartados como caixas de bacalhau, sobras de madeira, ferros, peças garimpadas em brechós (placas, livros, tesouras, cabeças de bonecas, entre outros).

A estética peculiar é inspirada nas colagens, no dadaismo, no retrô e no vintage. O ateliê está sempre aberto para visitas e clientes durante a semana.

Ao entrar no Espaço Zebra, “UAU”. São diversos móveis e objetos interessantíssimos criados por Renato que estão em exposição;

O local, à primeira vista, pode parecer sinistro para alguns, mas as peças são realmente lindas. Há objetos e obras em madeira, serigrafia e fotografia, além de móveis, quadros e luminárias.

O “Gabinete de Curiosidades” de Renato traz como tema a “Animalia – Vegetalia – Mineralia”;

No andar de baixo do galpão, fica a casa do casal e o bar secreto. Sextas e sábados o bar funciona como um speakeasy (bar secreto) com drinks e comidinhas, tudo feito pelos dois;

O local se destaca por possuir uma decoração peculiar, além de tudo ser delicioso;

Néli gerencia o local e faz deliciosos drinks apotecários, inspirados nos farmacêuticos que antigamente preparavam e vendiam seu ‘elixir’ em frascos de vidro e rótulos de medicamento.

O bar vintage, que funciona na sala de sua casa, é o mais bonito que você já viu em toda a sua vida! Ali, ela prepara ‘poções’, tinturas e infusões. Suas “alquimias” nem sempre levam álcool e muitas tem função medicinal. A proposta é oferecer uma experiência fora do comum e resgate ao passado.

Dica: experimente os drinks da casa e o Gengibirra, refrigerante caseiro de gengibre – que é delicioso!

Na parte externa ficam as mesas e cadeiras para os convidados curtirem uma boa música e tomarem bons drinks!

O clima intimista colabora para você ter uma noite acolhedora e deliciosa no Espaço Zebra;

Até as comidinhas (petiscos e antepastos), que são servidas quando o espaço vira bar, são feitas pelas mão de Larini (Na foto: antepasto de grão de bico);

O telão sempre projeta uma seleção de filmes mudos com curadoria de Renato. A trilha sonora também traz um set list maravilhoso!

As cabeças de boneca, adoração de Renatoestão todas espalhadas pelo Espaço Zebra. Acostume-se, elas são essenciais e fazem parte da experiência!

Aliás, experiência sensorial é a melhor maneira de descrever o Espaço Zebra. Além do casal receber super bem os desconhecidos em sua própria casa/ateliê/loja/bar, cada detalhe é pensado para resultar em uma visita perfeita. Simplesmente imperdível conhecer o local!

Vai lá: Espaço Zebra

R. Maj. Diogo, 237 – Bela Vista, São Paulo – SP. Ateliê aberto durante a semana. Bar as sextas e sábados das 19h as 00h.

Reservas pelo telefone: (11) 94883-1570. Mais informações aqui. Acompanhe as atualizações do Espaço Zebra no Facebook e Instagram.

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários