Conhecer Veneza é uma das coisas mais malucas dessa vida. Nada de carros, muita água, tudo tem que ser feito de barco ou a pé. Dependendo da época, haja paciência para tantos turistas. É amor e ódio ao mesmo tempo. É expectativa x realidade. É correria x il dolce far niente, mas tudo é realmente fantástico – de qualquer maneira.

O que muita gente não sabe é que se perder pelos becos e vielas pode ser sinônimo de boas surpresas, de pequenas felicidades e encontros, e não de preocupação. Foi assim que encontrei essa livraria no meio do caminho ao fugir de uma chuva, despretensiosamente, que acabou se tornando um dos lugares mais mágicos que entrei em toda a cidade.

Que o pequeno estabelecimento é parada obrigatória para quem gosta de livros, não é nenhuma novidade. O que eu não sabia até então, é que a Libreria Acqua Alta é considerada uma das livrarias mais bonitas e originais do mundo. Isso porque o ambiente não traz apenas algumas publicações para compra e venda, livros novos ou usados: as prateleiras e estantes são especiais e a decoração é completamente diferente de tudo o que já se viu. São banheiras, gôndolas, canoas inteiras transformadas em mobiliários.

A razão? Bem, a livraria tem esse nome (tradução: Livraria Águas Altas) devido as inundações que acontecem sempre em Veneza no inverno. As cheias periódicas, conhecidas como “acqua alta”, acontecem por conta das marés excepcionalmente altas que ocorrem no norte do Mar Adriático.

Como a livraria fica ao lado do canal, consequentemente o ambiente acaba inundado, sempre cheio d’água. Mas os livros dispostos dentro das ousadas banheiras, barcos e gôndolas acabam os mantendo seguros. Ou seja, além de decorativos, os ‘móveis’ tem funcionalidade total nesta época.

O dono, Luigi Frizzo, conta que abriu a Libreria Acqua Alta em 2004 e lentamente o local se tornou um sucesso. Tanto os venezianos quanto os turistas adoram passear pela atmosfera fascinante e misteriosa, além de se perderem entre os livros e materiais disponíveis em diversas línguas.

Na entrada, encontra-se diversas publicações e mapas especiais sobre Veneza, mas também sobre assuntos diversos como arte, cinema, esporte, gastronomia e música. Não se espante ao ver inúmeros gatinhos dormindo pelas prateleiras, quatro deles são moradores locais.

Libreria Acqua Alta Veneza Itália

A sala mais ao fundo (que dá direto no canal) é cheia de quadrinhos e bestesellers. A vista ao olhar para fora é essa: 

Fico então imaginando a história de cada morador – a vida em cada janelinha – e como deve ser crescer sobre as águas de Veneza;

Nem todos os livros que estão ali são para a compra. Enciclopédias antigas e publicações sem saída são utilizadas como degraus no pátio exterior da Libreria Acqua Alta;

Na parte dos fundos há essa barricada feita com livros. Você pode subir nos degraus e admirar a vista, o que torna este local ainda mais especial. Ao escalar, eis o que se vê: 

A Libreria Acqua Alta é definitivamente uma das maravilhas de Veneza, um ponto turístico fora do comum, um ‘must-see’. Ótima também para você comprar alguns ímãs, souvenirs, mapas da cidade, cartões postais, guias, ou claro, os livros disponíveis! Caso contrário, uma belíssima cena artística e veneziana para se inspirar!

Vai lá: Libreria Acqua Alta

Calle Lunga Santa Maria Formosa, (Sestiero Castello 5176/B) – 30122. Veneza, Itália. O local fica perto da Piazza San Giovanni e Paolo. Aberta das 9h às 20h, todos os dias.

Se for para Veneza, que tal programar também uma visita a vizinha Ilha de Burano, uma das cidades mais coloridas do mundo?

Fotos © Carol Moré. 

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários