FTCMAG Traveluv 11 pontos turísticos no Egito que todo artista deveria visitar
Traveluv

11 pontos turísticos no Egito que todo artista deveria visitar

Para quem busca experiências marcantes ligadas à arte, estes pontos turísticos no Egito não podem ficar fora do seu roteiro!

A mais dez mil quilômetros do Brasil, no nordeste da África, está o berço de uma das mais incríveis civilizações da História. O Egito, com seus monumentos grandiosos e desafiadores, além de uma cultura riquíssima, tem em seu legado a arte e a história.

Quando falamos em atrações turísticas do Egito, sempre nos lembramos das pirâmides, porém, há muito mais para ver no país banhado pelo lendário Rio Nilo, já que a Arte Egípcia nasceu há mais de 3000 anos A.C. . Sem dúvidas, é impossível não traçar um roteiro para experienciar a sensação de estar nos monumentos que sempre vimos nos livros de História.

Sejam as Pirâmides de Gizé, os bazares, templos ou sítios arqueológicos, o país guarda segredos e detalhes que deixam qualquer artista, por mais experiente que seja, boquiaberto. Talvez, por demonstrar o quanto somos pequenos diante da grandeza que carregam. Se você está pensando em fazer viagens para o Egito, não pode deixar de conferir essa seleção que separamos!

11 pontos turísticos no Egito indicados para artistas

1 – Pirâmides de Gizé

Impossível começar uma lista de pontos turísticos no Egito com outra atração. Localizadas na capital, Cairo, as Pirâmides de Gizé guardam os restos mortais de três faraós: Quéops, Quéfren e Miquerinos. É possível visitar o seu interior e no sítio arqueológico também está situada a Esfinge.

O que mais impressiona nas estruturas, sem dúvidas, é a altura e a forma como foram construídas. Só para ilustrar, a mais alta delas, a pirâmide de Quéops, tem 140 metros de altura e 230 de base.   

As pirâmides foram feitas com blocos enormes, muitos transportados por longas distâncias. Como será que levantaram todo esse peso nessa altura descomunal? 

2 – Mar Vermelho

Convenhamos, o Mar Vermelho é uma verdadeira inspiração, por isso, um dos principais locais que todo artista deveria visitar. Ao longo de sua costa, temos o Sharm el Sheik, com uma diversidade incrível de vida marinha.

É um dos pontos de mergulho mais indicados em todo o mundo, tanto pela variedade de peixes e corais quanto pela qualidade da água.

3 – Templo de Luxor

Patrimônio Mundial da Unesco, o Templo de Luxor fica na cidade de mesmo nome, a mais de 600 quilômetros da capital. O templo é dedicado a Amon, rei dos deuses e responsável pela criação da vida. Para se ter uma ideia da importância deste local, há registros de coroações de faraós por lá.

Também em Luxor, fica o Templo de Karnak, o maior do país. Foi construído ao longo de 400 anos e, então, passou pelas mãos de vários faraós.

No complexo, estão capelas, colunas, estátuas, salões onde eram realizadas cerimônias, obeliscos e um lago sagrado. Nele, os sacerdotes promoviam banhos cerimoniais, além de rituais de rejuvenescimento. Ah, e só para informação, os deuses Amon, Khonsu e Mut são os homenageados. 

4 – Cidadela de Saladino

Imagem: Pacotesparaegito.com

A Cidadela de Saladino foi construída em 1183 e constituiu a Sede do Governo por sete décadas. Situada no alto da montanha, a construção é o ponto principal entre as fortificações cuja finalidade era proteger a cidade, Cairo, dos exércitos cruzados.  

Nela, há a Mesquita de Alabastro, com uma silhueta que domina o horizonte da capital egípcia, além dos Museus da Polícia, Nacional Militar e outros dedicados ao palácio de Muhammad Ali. Justamente por estar no alto, do topo da cidade é possível admirar o Cairo e claro, tirar lindas fotografias!

5 – Khan el-Khalili Bazaar

Quer manifestação mais pura da arte do que os bazares? Além da própria construção, os mercados trazem muitas cores, aromas e sabores, além de representar uma expressão cultural genuína.

E, não seria diferente com o Khan el-Khalili Bazaar, antiga área comercial situada no centro de Cairo. Ali, há uma profusão de cafés, especiarias, jóias, artesanato, perfumes, comida e tecidos. Sem falar nos restaurantes. É o tipo de lugar que tem alma e personalidade única!

Importante ressaltar que, além da cultura e arte, o bazar foi responsável por colocar Cairo na rota comercial da época porque permitia que estrangeiros também comercializassem suas mercadorias.

6 – Igreja da Caverna

Embora seja pouco conhecida pelos turistas por não integrar os roteiros tradicionais, a Igreja da Caverna consiste, na verdade, em um complexo composto por igrejas ortodoxas. Nele, há um templo com capacidade para receber 20 mil fiéis, além de outras igrejas construídas nas cavernas de Mokattam (daí o nome).

E por que este é um dos pontos turísticos do Egito que todo artista deveria visitar? Porque no interior de dois dos templos ali existentes, há paredes rochosas nas quais foram esculpidas cenas e passagens bíblicas.   

7 – Abu Simbel

Imagem: Pacotesparaegito.com

O sítio arqueológico localizado em Aswan, a 238 quilômetros de Luxor, é um dos tesouros históricos da antiga região Núbia e também Patrimônio Mundial da Unesco. Mas, existe uma curiosidade incrível a respeito do monumento: o fato de não ter sido construído em Núbia!

Os templos, que marcavam o limite sul do Império Egípcio com a Núbia, no auge de seu poder durante o Império Novo, acabaram tendo que ser transferidos para que não fossem submerso pelo nilo.

O transporte de todo o complexo custou US$ 40 milhões, organizado pela Unesco diante do anúncio da construção de uma barragem que o inundaria. Por sorte, tudo foi levado para Aswan, com destaque para: 

  • Templo de Nefertari, construído para a esposa favorita de Ramsés;
  • Templo de Ramsés, com 38 metros de largura e 33 de altura em sua fachada;

Para chegar ao lugar com classe, que tal um cruzeiro pelo Nilo saindo de Luxor?

8 – Grande Esfinge

No mesmo complexo das Pirâmides de Gizé, fica a Grande Esfinge (a propósito, a entrada para as pirâmides dá direito de visitá-la). Construída aproximadamente em 2 500 A.C, é a maior estátua feita em pedra calcária do mundo, com cabeça de humano e formato de leão.

A estátua é, na verdade, uma representação do faraó Quéfren e tem, como função, proteger as pirâmides. Hoje, a Grande Esfinge está entre os principais símbolos do país.  

9 – Museu do Egito

Imagem: Pacotesparaegito.com

Sem dúvidas, um dos mais importantes pontos turísticos no Egito que todo artista deveria visitar. O museu fica em Cairo e, em seu acervo, reúne mais de 120 mil peças, a maior parte delas extraídas de escavações. Entre elas, estão:

  • Múmias;
  • Sarcófagos;
  • Estátuas;
  • Utensílios da Antiguidade;

10 – Copta

Bairro localizado no ‘Velho Cairo’, é uma das regiões mais antigas da cidade e representa a forma como os cristãos, minoria no Egito, chamam o país. Protegida pelas muralhas da Fortaleza Romana da Babilônia, é onde ficam as principais sinagogas e igrejas da capital, por exemplo:

  • Igreja de Santo Sérgio (que teria abrigado a Sagrada Família enquanto se refugiavam);
  • Igreja de São Jorge;
  • Igreja Suspensa do Cairo;
  • Igreja de Santa Bárbara;
  • Sinagoga Ben Ezra;

Lá, também está o Museu Copta, com manuscritos que estão entre os mais antigos do país. O bairro também é cheio de becos, pequenas lojas de relíquias e antiguidades, livros, cartões postais e outras lembranças. Vale a pena a visita!

11 – Biblioteca de Alexandria

Construída em 2002, é a maior biblioteca do Egito e abriga a mais completa coleção de livros da África. Só para ilustrar a imensidão, somente sua sala principal tem 11 pavimentos, sendo quatro subterrâneos.

Para completar a beleza, a biblioteca é coberta por um domo de vidro com 120 metros de diâmetro, o que permite ver, com luz natural, toda a organização do acervo. As paredes são revestidas de granito com símbolos da humanidade incrustados.

O complexo ainda tem museus de ciências e caligrafia, salas de estudos e uma de exposições, planetário, laboratórios e bibliotecas especializadas, além de receber eventos musicais, performances internacionais, congressos e concertos.

Sem dúvidas, muitos templos, sinagogas, catacumbas e outros monumentos ficaram de fora desta lista com 11 pontos turísticos no Egito – o que é totalmente justificável, dada a extensão de uma cultura e história que se estende por milênios! Vamos para o Egito?

Sair da versão mobile