FTCMAG FTC Decora 5 soluções que resguardam ambientes, mas não separam o décor 
FTC Decora

5 soluções que resguardam ambientes, mas não separam o décor 

Arquiteta mostra como é possível criar dois ambientes no mesmo espaço através de recursos simples, criativos e que valorizam os projetos residenciais

Um dos desafios mais comuns nas residências atuais, seja apartamento nas suas variações (grandes, compactos, estúdios, lofts) ou casas, diz respeito à divisão dos cômodos. Separar o estar da varanda ou mesmo da sala de jantar, sem precisar mexer na estrutura do imóvel, não necessariamente é uma tarefa complicada, uma vez que a arquitetura de interiores oferece maneiras inteligentes para compartimentar os ambientes sem dividí-los por completo, corroborando inclusive com os aspectos decorativos e estéticos do projeto.

Ficou no passado a ideia de que só as paredes cumpriam a função de compartimentar ambientes. Na área social deste apartamento, por exemplo, a arquiteta Marina Carvalho criou uma estante vazada com sua continuidade em pórtico para separar a área gourmet da sala de estar. | Fotos: JP Image

Para uma decisão assertiva, a consultoria de um arquiteto é fundamental para encontrar soluções versáteis, materiais leves e composições inteligentes que estejam de acordo com o desejo dos moradores. Em seus projetos, a arquiteta Marina Carvalho, à frente do escritório que leva o seu nome, conta sempre com divisões eficientes e criativas. “Procuramos criar delimitações que não comprometam a amplitude dos cômodos e que ainda por cima os valorizem. A marcenaria ou alvenaria que podem ser desenhadas de diversas formas e construídas rapidamente pode ser uma solução, por exemplo”, comenta a profissional. Confira suas boas ideias:

Brise

Opção que resulta em elegância nos ambientes, o brise também é sinônimo de conforto, pois a madeira consegue deixar o local mais aconchegante. Neste projeto, Marina empregou o efeito para separar a sala de estar e a varanda gourmet de forma sutil | Fotos: Evelyn Müller

O brise é uma alternativa moderna e sofisticada para setorizar os ambientes. Formado por ripas de madeira, proporciona leveza ao fazer a separação dos cômodos e, ao mesmo tempo, permite a entrada de ventilação e luz natural. Além disso, carrega uma função estética por conta da elegância do material, sendo inserido cada vez mais em projetos residenciais. Um bom exemplo disso é essa divisória pensada por Marina, que lançou mão do elemento para desanexar as sala de estar da varanda gourmet. “Junto com o propósito de setorizar, mantivemos a luminosidade natural abundante, que é um dos grandes trunfos deste apartamento”, recorda-se.

Estantes vazadas

Estantes vazadas são respostas interessantes para dividir áreas, ao passo que ainda deixam os locais leves e otimizados. Esse tipo de mobiliário carrega múltiplas funções muito e se encaixa muito bem na divisão de salas de estar com cozinhas, quartos com home office, bem como biblioteca e sala de estar, entre tantas possibilidades.

O mobiliário pode cumprir a função de desassociar ambientes. É o caso dessa estante vazada, para dar privacidade ao home office presente na área social do apartamento | Fotos: JP Image

No projeto assinado pela arquiteta, a estante vazada desmembra, graciosamente, a sala de jantar e home office, enquanto o azul marcante harmoniza com a proposta moderna do décor, destacando-se nos dois ambientes. “Essa estante é um dos destaques do projeto. Os nichos têm medidas variadas que proporcionam praticidade e beleza para os dois cômodos”. 

Cobogós

Com diversos estilos, materiais e formatos, os cobogós propiciam diversidade: são excelentes para separar cozinha da área de serviço ou dormitório e banheiro, por exemplo. Além de preservar os espaços em si, é um revestimento que dá personalidade no décor, adicionando mais leveza se comparado com as paredes. Na cozinha projetada por Marina, os cobogós promovem sua distinção com a lavanderia.

Os cobogós são ícones da arquitetura brasileira e não saem de moda. Neste apartamento, a arquiteta utilizou o revestimento entre cozinha e lavanderia | Fotos: Marcelo Cotrim

Para adicionar os elementos vazados, ela retirou uma parte das paredes do layout original, resultando em luz natural e leveza. “Investimos peças de louças esmaltadas que combinaram perfeitamente com a proposta da cozinha. Vale lembrar que existem no mercado elementos de cerâmica e concreto que podem se encaixar melhor em outros estilos de decoração”, ressalta.

Cozinha americana 

Cada vez mais comum, a cozinha americana geralmente faz a divisão com a sala de estar. Esse modelo de cozinha, que recebe apenas meia parede ou um balcão, tem o intuito de delimitar a área de cada espaço sem bloquear o campo visual, usando apenas móveis e elementos construtivos. Além de proporcionar um aspecto moderno para o ambiente, oferece funcionalidade de acordo com a proposta do projeto.

Um clássico na separação sutil dos ambientes, a cozinha americana consegue fazer a integração com a área social. Neste projeto, Marina Carvalho concebeu vão na marcenaria que abre a passagem e a visão entre os ambientes | Fotos: Evelyn Müller

A marcenaria sob medida ajudou a otimizar os espaços e entregou outras funções ao balcão da cozinha. “Adicionamos gavetas e uma abertura para encaixar a adega, já que os clientes queriam praticidade na hora de servir os convidados na mesa de jantar. Por isso, o móvel mais próximo tem espaço para talheres, copos e o local para armazenar as bebidas”, completa Marina. Sem se esquecer da decoração, a cor da divisória é o mesmo azul predominante em toda a cozinha. Dessa maneira, o cômodo transmite a sensação de continuidade.

Porta de correr envidraçada

Portas de correr, além de dividir visualmente o espaço, isolam grande parte do outro ambiente. Entretanto, se for envidraçada, não é um problema, pois permite a entrada da luz natural, sem renunciar à privacidade. Outra característica é a possibilidade de criar espaços abertos que minimizam as áreas de passagem, fazendo com que dois cômodos se comuniquem ou se separem, dependendo da ocasião.

Normalmente, Marina aplica esse recurso na passagem entre cozinha e lavanderia. “Nos projetos, usamos marcenaria ou serralheria para as portas de correr juntamente com vidro canelado, material que ajuda a esconder a lavanderia, mas não impede a passagem da luz natural pra cozinha”, conclui a profissional. 

A porta de correr envidraçada permite que o morador possa unir e separar cozinha e área de serviço quando lhe convém| Fotos: JP Image

A arquiteta fala que perceber nos olhos do cliente o sentimento de alegria e satisfação no dia da entrega é o que a faz acordar feliz todos os dias.

Sair da versão mobile