Uma profusão de animais e flores. Graduada em 2007 pela Utrecht School of The Art, Anne Ten Donkelaar formou-se em Design de Produto 3D e, entre ervas daninhas, galhos, zangões e borboletas, encontra matéria-prima para criações que nascem em sua casa, em seu estúdio – onde analisa tais elementos a fim de descobrir a melhor maneira de utilizá-los em sua arte.

Baseada na Holanda, Anne Ten Donkelaar constrói paisagens prensadas mesclando natureza morta e papel. Tratam-se de colagens tridimensionais de ramos entrelaçados que mais parecem escalar até o topo das telas, decoradas com peônias cor-de-rosa, cactos azuis e rosas amarelas fixadas com minúsculos alfinetes; vegetação dinâmica, em níveis, sim!  

“Meus achados me inspiram. Ao olhar para eles posso inventar minhas próprias histórias sobre a existência de suas vidas. Ao ‘proteger’ essas peças preciosas alocando-as em vidro, acredito que as concedo uma segunda chance, e espero inspirar pessoas a imaginarem seus próprios relatos sobre elas!”, comenta a artista.

Entre descobertas escondidas na natureza e espécimes danificadas, sem vida, Donkelaar vê cores, vê arte e cria poesia! 

Na série “Balé Subaquático”, flores delicadamente dispostas foram submersas em água e depois fotografadas. A artista explica que elas flutuam graciosamente na água fria, trazendo a imagem silenciosa de uma dança espirituosa.

Acesse o site de Anne Ten Donkellar para ver mais trabalhos e acompanhe sua arte no Instagram.

Via.

Jornalista de moda e lifestyle, Selena Escher trabalha com conteúdo. Capricorniana e pesquisadora constante, adora arte, conhecer novas culturas, viajar, comer bem, a década de 1920, música, assistir a filmes e sentir-se livre.

Selena Escher – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários