Now Reading
As incríveis obras de azulejo da artista ucraniana Zhanna Kadyrova

As incríveis obras de azulejo da artista ucraniana Zhanna Kadyrova

Zhanna Kadyrova

Zhanna Kadyrova estudou Arte em Kiev e encontrou desde o início da sua trajetória como artista o seu principal material: o azulejo. A artista enxerga no cotidiano sua inspiração, mesclando o azulejo com múltiplos materiais como jornais, fotografias e tijolos, criando obras de arte a partir de cenas do dia-a-dia.

Kadyrova aterrisou em São Paulo em 2014 e desde então vem realizando uma intensa pesquisa e exploração pelas ruas das cidades em busca de elementos que muitas vezes nos passam desapercebidos e que pudessem ser recompostos em poéticas e precisas esculturas de mosaico

Entre muitas obras da artista, as que trazem peças de roupa se destacam. A primeira parte dessa série chamada de ‘’Street Collection‘’ foi inspirada na prática brasileira de construir decorações utilizando azulejos coloridos e/ou cacos de azulejo formando mosaicos, seguida de outra série na mesma linha, chamada de ‘’Second Hand’’.

ALGUNS TRABALHOS DE ZHANNA KADYROVA

Em 2017, Kadyrova criou com os azulejos da rodoviária do município de Chernobyl um vestido para um manequim, chamando atenção para o acidente nuclear e questões ligadas a guerras e conflitos na Ucrânia. Já em “Permiso para el cóctel” para a filial da Galleria Continua em Cuba, em 2019, sua coleção de roupas foi criada com as peças em cerâmica das antigas ruas de Havana. 

O mosaico é uma linguagem muito presente na Ucrânia e tem suas raízes na tradição soviética. Ao utilizar a linguagem o trabalho de Zhanna Kadyrova ganha significado histórico, político e social

Uma parte de “Second Hand” foi concebida para a Bienal de Veneza, em 2019. Com os azulejos do Hotel All’Angelo da cidade, a artista fez meias, cuecas e roupas. Na famosa exposição, aos itens foram apresentados como roupas penduradas em um varal do lado de fora do Pavilhão Central dos Giardini.

As últimas obras da mesma série foram para uma exposição individual na Eslováquia em 2020, e na Ucrânia em 2021, onde a artista passou a incorporar em meio às suas esculturas uma linguagem mais urbana, agregando o grafite como plano de fundo e elemento de intervenção; o que mostra uma evolução clara do seu trabalho quando comparada as primeiras peças dessa sua linha.

Independentemente do tratamento dos azulejos ou do trabalho com outros materiais, Zhanna Kadyrova sempre questiona a sociedade, a história, seu impacto e a visibilidade de ambos no espaço urbano.

Para acompanhar Zhanna Kadyrova, veja outros trabalhos em seu site e siga seu Instagram.

Scroll To Top