follow-the-colours-como-usar-o-behance-1

Se você me perguntar qual é a principal ferramenta de promoção do meu trabalho como ilustradora, eu vou te dizer com unanimidade que é o Behance. E não, eles não estão me pagando para falar isso. É nessa rede que os criativos expõem seus projetos, trocam figurinhas, buscam inspiração e o mais bacana de tudo, conseguem trabalhos.

Muita gente sabe o quanto o Behance é eficiente para nós, ilustradores, fotógrafos, designers (inclusive eu postei dicas-amigas sobre isso lá no meu blog). Mas o que pouca gente fala é do quanto é importante o cliente saber do que o Mr. Behance é capaz! E eu estou aqui pra gente ver que dá para encontrar o criativo ideal para o seu projeto de um jeito mais eficiente! 😉

Dá só uma olhada nessas 5 dicas da listinha:

follow-the-colours-como-usar-o-behance-2

1. USANDO OS FILTROS-AMIGOS OU PALAVRAS-CHAVES

Basicamente dá pra buscar profissionais de 3 formas: pela Busca, Curadoria ou Escolas/ Organizações. Os melhores projetos estão na Curadoria, mas é na Busca (Search & Explore) que você tem mais filtros: dá pra procurar por Projetos/Pessoas/Times, por Creative Fields (tem várias opções de campos de atuação, se você estiver procurando por algo bem específico é uma boa), o Featured (que filtra os melhores projetos do mundo, resumindo, os mais-mais) e o Worldwide* (que filtra por país e cidade do mundo). Lembrando claro, que você não precisa preencher tudo.

Mas aí você me diz: eu quero especificamente encontrar alguém que faça personagens infantis, como faz? O jeito mais fácil é ir no campo de busca e filtrar com palavras-chaves, mumu com fanta. Mas sempre tente várias palavras, tanto em português como em inglês (ah e dá pra optar pelo site todo em português).

follow-the-colours-como-usar-o-behance-5

2. APROVEITAR A CHANCE DE TRABALHAR COM GENTE DO MUNDO TODO

Pelo Behance dá pra trabalhar com profissionais dos quatro cantos da terra, já que hoje em dia nossa área permite esse tipo de flexibilidade. Vamos usufruir dessa maravilha? Vamos.

Um dica sobre o filtro Worldwide*: não esqueça que muitos profissionais brasileiros bacanudos moram em terras gringas (oi, tudo bem?) e a não ser que você esteja procurando por um profissional para trabalhar presencial, na minha opinião não vale a pena filtrar pelo país.

follow-the-colours-como-usar-o-behance-3

3. CRIAR PASTAS COM SEUS ILUSTRADORES PREFERIDOS

Lembro de ter conversado com uma cliente que disse que a equipe dela costumava procurar por ilustradores no Pinterest, compartilhando uma pasta e todos iam adicionando suas referências por ali.

Bom, no Behance dá pra fazer a mesma coisa, na chamada pasta Collection (só criar uma conta) e é ainda melhor, porque você já tem o contato do profissional e dá pra criar infinitas possibilidades de pastas de acordo com a sua necessidade, além do fato de que você fica sempre atualizado com os novos projetos dos artistas que você segue.

follow-the-colours-como-usar-o-behance-4

4. POSTAR JOBS E TER PRATICAMENTE UM RH ONLINE ($ ALERT)

Sim, tem muuuita gente no Behance e você pode notar que ele não é bobo nem nada, faz questão de te mostrar que tem os melhores profissionais logo na home. Mas a questão é que se você for procurar por localização por exemplo, ele só seleciona alguns projetos.

Porque eles tem uma área premium no site, onde você paga mensalmente para ter os melhores profissionais à sua disposição. E isso inclui a possibilidade de postar jobs, contar com a equipe do Behance pra te ajudar a selecionar os melhores e outras várias facilidades. Não custa dar uma espiada aqui.

5. SABER PALAVRINHAS MÁGICAS DA ÁREA

Eu sei, provavelmente você não é um ilustrador e já que está querendo encontrar um não precisa se deter a detalhes da área. É, em partes. Porque quem contrata é alguém chave para o projeto dar certo.

Além de saber o que precisa para o projeto e outros N fatores que influenciam nisso, saber alguns termos da área pode ser uma boa para filtrar profissionais. Se você souber identificar uma ilustração vetorial por exemplo, você pode selecionar o Adobe Illustrator nas suas buscas. Facilita a vida né?!

Bom, espero que essas dicas te ajudem a encontrar profissionais incríveis. E pra você que está do lado dos criativos, fica à vontade para compartilhar esse post com os seus clientes! 🙂

Beijos e queijos;

Clau Souza é ilustradora há 10 anos e está a frente do Estúdio, Lojinha e Cursos Criativos da Borogodó. Durante a sua caminhada pela estrada de tijolos amarelos da ilustração já teve a felicidade de estar em grandes publicações da área, como Lürzer’s Archive, Zupi e Computer Arts. Desconfia seriamente de pessoas que não gostam de cores e tem pavor de palhaços (mas já teve que desenhar alguns).

Clau Souza – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários