Carlos Cruz-Diez é um artista venezuelano conhecido por sua arte cinética (que explora efeitos visuais por meio de movimentos físicos ou ilusão de ótica). Diante de suas várias obras coloridas, a que mais nos chamou atenção é a instalação Chromosaturations, série criada em 1965. Em um ambiente artificial composto por 3 câmaras de cor (vermelho, azul e verde), Carlos teve a ideia de observar a percepção das pessoas pelo espaço, fazendo com que a observador entrasse em um mundo de cor e mergulhasse em uma situação completamente monocromática. Há mais de 50 anos, a obra percorre o mundo em mudança constante. A experiência, por conta de um ambiente com muitas cores simultâneas, causa estímulos na retina que “alteram” a cor da pele, roupas e objetos. Assim, os olhos ativam o conceito de cor como se ela pudesse ser materializada ou uma situação física, criando um universo estético completamente inusitado. Interessantíssimo, não? Para quem tiver a oportunidade, a instalação fica até 16 de dezembro no Musée en Herbe em Paris e no MUAC- Museo Universitario Arte Contemporàneo no México até 10 de fevereiro de 2013.

Via.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários