O projeto autoral inspirado na obra Parangolé, de Hélio Oiticica, conta a saga do homem tropical, conceito extensamente trabalhado na filosofia, de Nietzsche e Oswald de Andrade

Segundo o estúdio, o projeto fala sobre uma pessoa aparentemente comum que tem uma catarse criativa quando descobre um mundo incomum e cheio de possibilidades. Entre a contemplação passiva e o ímpeto da criação, a personagem funde-se aos elementos, ao mesmo tempo em que é transformada por eles num balé inconfundível de formas, movimentos e cores. “Tropical” foi inspirado na obra Parangolé de Hélio Oiticica, criado em 1960.

“Gostamos de provocar uma sensação nos nossos trabalhos. Por isso, temos sempre à mão uma diversidade de truques, linguagens e técnicas a fim de viabilizar uma ideia, algo que seja inesperado.”

TROPICAL, POR ESTÚDIO INSÓLITA

“O indivíduo tropical é citado em muitas obras de arte, história e até na filosofia. Esse imaginário traduz muito do que vemos aqui abaixo da linha do equador. A brisa fria do azul na pele daquele que dança, misturando as cores quentes… Tudo aqui reluz o que somos e o que amamos ser. Das artes plásticas ao design, do balé clássico à dança popular, a intenção é clara: registrar o movimento através do qual o parangolé revela-se em estrutura e cores. Esse projeto fala sobre alguém que vivencia a transformação a partir da arte.”

O que mais chama atenção no projeto “Tropical” do Estúdio Insólita é seu fantástico estilo, que traz uma fotografia peculiar e uma forte relação com as cores. Cau e Brine conseguiram, com uma equipe super enxuta e em plena pandemia, provocar sensações inesperadas e uma série de reflexões.

As formas, texturas, movimentos e cores, fazem do “Tropical” um grande manifesto à esperança, ao mesmo tempo que provoca uma sensibilidade tipicamente brasileira. Entre uma cena e outra, a Insólita mistura linguagens, criando uma narrativa única, esbanjando dendê e brasilidade. Sem precisar usar uma palavra, a mensagem é múltipla e, mesmo assim, muito clara.

SOBRE OS FUNDADORES

Cau Nunes e Brine Moura são artistas visuais e juntos fundaram a Insólita. Um estúdio criativo focado em criação e produção de conteúdo para marcas. Destacam que o que mais gostam de fazer são vídeos e fotos com alto apelo criativo e cheio de efeitos especiais. 

O projeto Tropical foi inteiramente produzido em total conformidade com os protocolos de prevenção e combate ao Covid-19 estabelecidos pelo Ministério da Saúde e OMS.

Tropical é um projeto que fala sobre alguém que vivencia a transformação a partir da arte

MAKING OF

Acompanhe o Estúdio Insólita no Instagram ou acesse seu site para saber mais.

Criação e Direção: Insólita

Núcleo de Arte

Direção de Arte: Insólita (Sabrine Moura & Cau Nunes)

Produção: Mirella Silveira

Assistente de Arte: Diego Macedo

Núcleo de Fotografia

Idealização e projeto: Insólita (Sabrine Moura e Cau Nunes)

Direção de Fotografia: Cau Nunes e Vitor Cohen

Elétrica e Gaffer: Antônio Carlos

Performance e coreografia: Uostton di Alcântara

Beleza: Hávata Serena

Estilo: Hanna Gomes

Núcleo de Produção

Coordenação: Sabrine Moura

Produção e AD: Julia Bispo

Assistente de Produção: Yasmim Maia

Catering: Brasileirinho

Pós-produção

Montagem: Insólita (Sabrine Moura e Cau Nunes)

Color Grading: Insólita (Sabrine Moura e Cau Nunes)

VFX e Retouch: Insólita (Sabrine Moura e Cau Nunes)

Música e SFX: Artesanal Estúdio

Making of: Wendel Assis

Médica: Tailine Ribeiro Cruz – CRM 34152

Enfermeira: Christiane Dolores – COREN 57125

Responsável de set: Talita Pires

Agradecimentos especiais a Mercia Rocha, Manoel Silveira, Mônica Déda, Lázaro César.

*Hey! Este conteúdo recebeu incentivo da empresa, isso apenas nos permite produzir mais e melhor. Em nossos publis, só entram marcas e produtos que a gente realmente gosta!

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários