A fotógrafa Roseane Moura, que trabalha com ensaios presenciais para honrar o corpo e a história de cada mulher, lança agora uma proposta on-line de autorretratos, criando um espaço para potencializar a autoestima e prazer.

“Eu me vejo e minha natureza se revela”. Assumindo a potência e Amor Próprio, utilizando autorretratos como fonte de investigação de sentimentos. Autoestima ressignificada através da fotografia.

“Muitas mulheres me procuram dizendo que meu trabalho é lindo, mas que elas tem vergonha de fazer o ensaio. Quando criei a Amor Próprio retratos, foi para ativar a coragem e autoconhecimento pra amarmos nossos corpos, seguras e independentes de padrões.”

Não é errado sentir vergonha e todo mundo sente vergonha de fazer alguma coisa que gostaria. Mas este é um convite a rever esse sentimento que paralisa. De onde ele pode estar vindo? Será o medo do julgamento alheio? Quem está sendo ou quem eu poderia ser se deixar a vergonha me paralisar?

E quando pensou em uma nova jornada, chamada de “Eu me vejo”, Roseane ficou insegura e até pensou se era relevante. Foi quando resgatou seus próprios autorretratos e se emocionou. Recebeu de outras mulheres também autorretratos. Mergulhou neste investigar e estudo!

“Olha quanta coisa eu perderia na minha vida se não mergulhasse no sentir? Quantas vezes a vergonha te paralisou de fazer alguma coisa que queria muito?”

Pra você que sente que precisa abraçar este tempo das suas escolhas e prazer, Se conectar com seu corpo real e presença, o conteúdo da Jornada foi elaborado a partir da escuta dos ensaios presenciais, da própria necessidade de Roseana ter um olhar mais amoroso nesta época e fazer isto por outras mulheres de forma leve e verdadeira.

Eu me vejo! Jornada de Amor Próprio pelo Autorretrato

São 15 propostas de autorretratos e reflexões pra aprofundar o olhar sobre si que contém:

Um áudio + uma imagem explicativa por dia;

Assim, são 15 dias juntas pra potencializar a sua autoestima e intuição num espaço on-line e;

– Lidar com a sua zona de conforto e desconforto;

– Exercer a coragem com arte e gentileza;

– Despertar o seu lado autêntico e decifrar as poesias do seu corpo;

– Aprender a realizar autorretratos e ter uma memória significativa e bonita de si;

INSCRIÇÕES – EU ME VEJO

As inscrições acontecem só até este Domingo. 09.11.2020!

 

View this post on Instagram

 

O melhor lugar do mundo é em si mesma.⁣ (Ligue o som🔊❤) Assumir a nossa potência e lembrar que quando falamos de amor, pensamos quase sempre no externo. Vamos oferecer aquele abraço gostoso para nós também, assim como oferecemos para os nossos vínculos. Neste mergulho amoroso, criei duas formas especiais pra encorajar você a transbordar:⁣ ⁣ Ensaio Amor Próprio (Presencial em Ubatuba)⁣ ⁣ Funciona assim: ⁣ Você leva o sentimento e a entrega, eu a câmera e o coração. ⁣ Um passeio com registro fotográfico com duração de até 1h30 em contato com as emoções, olhando pra dentro, pra fora, para o seu mundo. ⁣ ⁣ Um momento de conexão e integração onde eu fotografo você.⁣ ⁣ E também: ⁣ Jornada Eu me vejo (On line – inscrições abertas) O convite é para você se olhar pelo seu olhar. Um mergulho pra dentro de si através do autorretrato.⁣ Uma jornada individual, fortalecida por um grupo de mulheres, onde o compartilhar é amoroso e livre.⁣ O conteúdo da Jornada foi elaborado a partir da escuta dos ensaios presenciais “Amor Próprio”, da minha própria necessidade de um olhar amoroso.⁣ Começa dia 10 de novembro e as incrições vão só até o dia 06.⁣ + infos e inscrição no link na Bio. ⁣ É inevitável e importante nos conhecermos a fundo. ⁣ Faz sentido pra você? ⁣ O poder que é honrar o nosso corpo e história. #mergulhoemmim #amorproprio #amorproprioretratos #ayrveda #sagradofeminino #mulheresempreendedoras #maternidadereal #autocuidado #empoderamentofeminino #empodereduasmulheres #vcélinda #amese

A post shared by Amor Próprio retratos (@amorproprio.retratos) on

É hora de revolucionar através do acesso a nossa potência e permissão ao prazer de ser quem se é! Saiba mais aqui e faça sua inscrição! 

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários