Marcella Briotto trabalha a conexão entre o humano e a natureza em suas obras autorais

Marcella Briotto é uma designer e ilustradora brasileira que vem fazendo sucesso no Instagram com o seu trabalho. Assim como outros artistas, é lá que começou postando suas criações e acabou tendo maior visibilidade. Inspiradas pelos seus desenhos botânicos e femininos, convidamos Marcella para uma entrevista e assim pudemos conhecer um pouco mais de sua trajetória.

A paulista trabalhou por muito tempo com publicações voltadas à mulheres e há um ano investe em uma carreira freelancer. Foi nas revistas que Marcella começou a criar com mais frequência, principalmente para matérias sobre comportamento e livros infantis. Ao mesmo tempo, ela começou a ilustrar também no dia a dia, inspirada pela rotina e por seus sentimentos.

Mesmo com o trabalho fixo, de vez em quando apareciam alguns freelas, colocando a artista em uma jornada dupla. A grande mudança veio quando, em suas palavras, ela assumiu a vida de freela e “o plano B, que era ilustração, virou o plano A”. Nessa jornada, Marcella Briotto diz que tem se permitido abrir para novos formatos, explorando possibilidades de trabalho.

COLEÇÃO “SETE ERVAS”

A experiência com revistas deu a ela mais confiança como artista e foi algo que a ajudou a encontrar uma identidade autoral. A partir daí, começou a colaborar e pensar em projetos para vender online e em feiras artesanais. Assim surgiu a Coleção “Sete Ervas”, que traz ilustrações de plantas consideradas como protetorasguiné, pimenta, arruda, alecrim, espada de são jorge, manjericão e comigo-ninguém-pode.

A madeira foi o suporte escolhido para essa coleção, por ser um elemento também ligado à proteção. “A madeira é um símbolo de matéria-prima que representa força, resistência, sabedoria. Sempre foi usado na construção de símbolos espirituais, desde templos até objetos de proteção como a cruz, amuletos como a figa, patuá, entre outros vários”, explica Marcella.

Algo importante para ela em todo esse processo é a busca pelo equilíbrio entre o material, o espiritual e a natureza. E isso se reflete no trabalho que busca fazer: conectar o indivíduo e a natureza, causar uma sensação, uma emoção em meio a um mundo caótico “em que tudo é normalizado”, como ela diz.

Não à toa, a coleção “Sete Ervas” traz as plantas como elementos principais, que muitas vezes nos ajudam com o reequilíbrio da vida. As plantas também representam uma paixão pessoal que Marcella diz ter herdado de sua avó paterna, de quem sempre ganhava uma espada de são jorge para protegê-la cada vez que mudava de casa.

SOBRE OS PROCESSOS

Nessa mudança de trabalho fixo para freelancer, Marcella diz que a parte mais difícil é fazer todos os processos sozinha, desde a criação até lançar notas. Ao mesmo tempo, ela diz adorar o retorno das pessoas e a identificação que elas sentem com suas peças.

Geralmente essa interação ocorre nas feiras de artesanato que ela frequenta. “Acho super importante, é um espaço para quem é independente conseguir mostrar além. Porque não investir em alguém que produziu aquilo por conta própria, que é um pequeno produtor?”, diz.

Para esse ano, ela deseja sair do papel e arriscar desenhos em murais e fachadas. Nós adoraríamos ver o trabalho dela ganhar as ruas!

Finalizamos a entrevista com um bate-papo rápido:

FTC: Se pudesse ser/conhecer algum artista, quem seria?
Tarsila do Amaral.

FTC: Música/Banda favorita?
Boa Hora (Alessandra Leão)

FTC: Se quer relaxar…
Ouço música, deitada na rede.

FTC: Se pudesse visitar um lugar no mundo, qual seria e por que?

Paris. Acho uma cidade poética, super artística e adoro o cinema francês.

Agora, um pouco mais de sua arte!

E aí, curtiu as ilustras de Marcella Briotto? Então não deixe de comprar algo em seu site ou segui-la no Instagram!

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários