7 Dicas de Design para você criar um site

criar novo site

Um pequeno passo a passo e dicas de design para você criar um site impressionante que transmita o valor da sua empresa/produto

O site é a “casa” virtual da sua marca ou negócio. E mantê-lo organizado, com um visual compatível ao seu estilo e proposta, é imprescindível para fazer com que as visitas, neste caso seu público-alvo, se sintam tão à vontade quanto em um espaço físico.

Sabemos que nem sempre é fácil definir o estilo que melhor represente o que gostaríamos de transmitir, por isso, separamos algumas dicas para a criação do seu site e esperamos que isso ajude você a traduzir, fielmente, a personalidade da sua marca.

Atualmente, ter um site é algo indispensável para qualquer marca ou negócio que busca autoridade dentro de seu nicho. Mas… um site todo mundo pode fazer, certo? É exatamente aí que está a diferença entre ter um site e criar um site com o design alinhado ao branding da sua marca!

O branding é importante para que toda a comunicação do seu negócio com o cliente seja coerente e uniforme, onde o visual, a linguagem verbal e a não-verbal estejam inteiramente interligados, criando uma identificação, quase que inconsciente, em todos os contatos que seu público-alvo tiver com você.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para ajudar você a criar um design inesquecível para o seu site:

1. Defina a personalidade da sua marca

A personalidade de alguém é a marca registrada da pessoa. Aquela amiga divertida e sincera até demais, o amigo sério e centrado. Com o branding da sua marca não seria diferente. A personalidade da sua marca é o que vai chamar atenção e ficará guardado para sempre na cabeça do seu público-alvo.

Para definir a personalidade da sua marca, antes de tudo, você precisa saber quem é seu público-alvo. Afinal, é ele que precisa se identificar com o discurso da sua marca. Não adianta criar um site de acessórios para surfistas com um design infantil. É necessário falar a língua do seu público antes de qualquer coisa. Identificação: esse é o caminho!

Depois é importante definir a missão da sua marca ou negócio. A partir daqui seus objetivos serão determinados e suas ações poderão ser planejadas.

A personalidade da marca é o ponto de partida para determinar o tom de voz, a linguagem, o design, o visual, sua postura com o público etc. Você pode optar por um profissional de branding, no entanto, caso não seja uma opção, há alguns testes online que ajudam você a descobrir caminhos e definir esta melhor personalidade. Leia mais sobre ‘arquétipos de marca’, como também são chamados, aqui.

2. Pense no estilo/tema geral 

Certo, agora você precisa se perguntar: Qual o objetivo do site que estou criando? Qual “cara” quero dar para ele? Que estilo ele precisa ter para refletir minha marca ou negócio?

A partir dessas respostas as coisas começam a fluir. Definir um estilo para o site que represente exatamente a missão da sua marca ou negócio é importante para manter o diálogo coerente com seu público-alvo. É isso que fará seu site se destacar e se tornar incomparável: ter personalidade!

Ao decidir criar um estilo único para seu site você pode contratar um designer, mas se não for possível, há diversas ferramentas online que ajudam a criar ou definir o tema, como o Themeforest, plataforma onde você encontra modelos prontos que podem ser personalizados de acordo com o objetivo. Há uma infinidade de modelos, seja para e-commerce, blog, cursos etc.

3. Design e posição do logotipo

O logotipo é uma das peças principais na criação de qualquer marca ou negócio. Ele é sua “cara” no mundo! Há marcas que utilizam um símbolo, ou apenas o próprio nome apostando na tipografia, ou até mesmo as iniciais da marca. Há também quem goste de ter um slogan acompanhando o logotipo.

Você pode optar por contratar um profissional para criar o seu, mas se essa não for uma opção, o site Tailor Brands possibilita que você crie e personalize um logotipo de forma rápida e intuitiva, sem precisar da ajuda de um designer profissional!

As partes mais importantes para considerar na hora de criar seu logotipo são:

  • Design compatível com o branding da sua marca ou negócio;
  • Cores relevantes que despertem a emoção que você deseja no seu público-alvo;
  • Nome da marca ou negócio aparecendo de forma legível;
  • Estilo combinando com a atitude da marca (por exemplo, uma marca voltada para atletas não responderá bem a um estilo infantil);

Exemplo: Se você está criando um e-commerce que vende produtos para crianças, não há lógica em fazer um logo no estilo adulto, como a silhueta de uma mulher. Nesse caso você pode usar uma fonte “handwritten”, a imagem de um brinquedo etc.

O Tailor Brands facilita este processo porque você coloca o nome da marca ou negócio, um slogan (que é opcional), seleciona tipos de fontes que mais gosta, conta um pouco da proposta e seleciona o seu segmento. A partir dessa coleta de informações são gerados logos adequados e que ainda podem ser personalizados.

Na hora de posicionar o logotipo em seu site, leve em consideração que nós, brasileiros, fazemos a leitura da esquerda para a direita, ou seja, os visitantes olharão logo de cara para o canto superior esquerdo.

Há pesquisas que demonstram que os sites que têm o logo no lado superior esquerdo são mais lembrados pelo público do que os que posicionam no meio ou no lado superior direito.

 4. Paleta de cores

Se pedirmos para você pensar em uma marca de determinadas cores, tenho certeza que podemos prever as principais respostas para cada uma. E por quê? Porque a cor é responsável, tem grande impacto e efeito, sobre como uma marca impacta o público-alvo.

Na hora de escolher a paleta de cores é importante pesquisar sobre as emoções e sensações que cada tom desperta em nós. A psicologia das cores é um estudo que busca entender o poder delas em nós e, acredite, há diversas pesquisas indicando que este fator é um dos pontos principais na hora de uma pessoa decidir consumir ou comprar algo. 

Nesta etapa, o importante é ter em mente a mensagem que você deseja que sua marca transmita, qual o objetivo dela, qual segmento faz parte. Tudo isso vai ajudar muito na hora de definir uma paleta de cores ideal para o seu design de sucesso.

Se ao buscar por paletas prontas você não se identificar totalmente com elas, escolha apenas um tom principal que represente o que você deseja e depois use o Coolors para definir as que a acompanham, façam sentido e conversem com o branding / design e objetivo da sua marca.

Nesse site é possível gerar diversas paletas e salvá-las nos mais variados formatos de arquivo. Ah, e você também pode gerar a partir de uma imagem! Por exemplo, se você tem uma loja de biquinis, através de uma fotografia da praia, o site cria sua paleta.

 5. Tipografia (Fontes)

As fontes têm o poder de transformar um site, além de trazer estilo e autoridade. Se a gente parar e pensar nas grandes marcas como Coca-Cola e Google, por exemplo, veremos que as marcas são representadas por tipografias exclusivas.

As fontes escolhidas se tornarão também uma parte desse todo, portanto, é muito importante selecionar adequadamente aquela que expresse e represente a sua principal mensagem.

Você também pode optar por encomendar uma fonte exclusiva ou cria-la. Muitos preferem fazer isso para garantir que as fontes sejam únicas.

Independentemente do que optar, lembre-se de usar fontes nítidas e que a pessoa não precise se esforçar muito para entender o que está escrito. Usar as mesmas fontes em seus designs também ajudam a manter a coerência com o branding.

6. Layout do site

O layout é o que torna seu site agradável aos olhos do visitante. Quanto mais limpo visualmente e intuitivo, melhor se torna a navegação pelas páginas, por isso, criar uma estrutura equilibrada (cores, fontes, imagens e layout em harmonia) é imprescindível para uma boa presença online.

Nesta etapa você precisa definir como quer organizar os elementos das páginas do seu site, e o importante é facilitar a navegação, pensar no usuário, nos blocos agrupados de forma clara, além de criar uma estética responsiva.

Inserir muitos itens em uma mesma página pode poluir visualmente e dificultar que o visitante encontre o que deveria ali. Por exemplo, uma loja de camisetas precisa ter cuidado para não colocar muitos produtos por linha e em um tamanho pequeno demais, pois assim, o montante, o formato e a visualização dos produtos, que deve ser concisa será prejudicada.

Criar um layout harmônico e de fácil navegação é importante, não apenas por um ponto de vista estético, mas para uma melhor aceitação e usabilidade por parte dos usuários.

 7. Imagens

Depois de seguir todos os passos acima, utilizar uma foto com péssima resolução, fundo “poluído”, ou que não tenha nada a ver, fará com que todo seu trabalho até aqui tenha sido em vão.

Portanto, a melhor opção é investir em um fotógrafo profissional para fazer imagens exclusivas, ou em artistas, criadores de conteúdo, influenciadores, para produzirem conteúdos originais para seu site. Se não puder custear um profissional da área, ainda há opções como tentar fazer as fotos com seu smartphone, as artes por conta própria em um app, ou usar um banco de imagens como o Pixabay e Unsplash.

Qualquer que seja sua decisão, o importante é considerar a qualidade e se ela é harmoniosa com sua proposta e seu objetivo.

Criar seu novo site não precisa ser complicado

O design do seu site não precisa ser complicado, aliás, aquele ditado do “menos é mais” serve bem nesse caso! Lembre-se de que o importante é passar a mensagem da sua marca não só com palavras, mas também com o visual. Existem ainda inúmeras plataformas, apps e websites que ajudam em todo o processo.

Ao manter o design uniforme para sua marca, você ainda ganha “intimidade” com o público-alvo. Esperamos que com essas dicas você seja capaz de criar um site que represente inteiramente o branding da sua marca e converse diretamente com quem você quer atingir!

Scroll To Top