Foto: unsplash.com

Ansiedade, adaptação, tristeza, esperança, imaginação, tédio. O isolamento social necessário para prevenir e tentar conter a pandemia do novo coronavírus tem causado um misto de sentimentos nas pessoas. É claro que você não tem a obrigação de ser produtivo nesta quarentena, mas caso se sinta confortável, o ócio criativo pode ser interessante para te inspirar a começar a criar conteúdo.

Confira algumas dicas para tirar projetos do papel, ou até mesmo ocupar vários papéis com um projeto!

BORA FAZER ARTE!

Aqui a ambiguidade da frase acima faz todo o sentido. Que tal experimentar algum hobbie e mostrar o resultado para o mundo? Vamos ser mais claros, né!

Olha só! Você pode usar os cômodos da sua casa como um experimento para uma sessão fotográfica ou de vídeo. Esta é uma forma interessante de olharmos para os nossos lares com uma nova ótica. Recentemente mostramos aqui o projeto #objectsofmyisolation, em que o Instituto de NY criou um atlas com registros de pessoas e seus objetos em isolamento durante a pandemia.

Já a cantora Pitty lançou uma minissérie para o Instagram filmada em sua casa. O jornalista Pedro Andrade está documentando sua rotina na quarentena e defende que “descobrir encantos no nosso próprio lar pode – e deve – ser um exercício válido não só durante a quarentena, mas, para o resto da vida.” Se você gosta de pintar ou desenhar, pode filmar o processo de criação e compartilhar o resultado nas suas redes sociais.

O fotógrafo e videomaker do guia55.com.br, Giovani Stack, destaca que com as filmagens profissionais impossibilitadas, devido ao distanciamento social, muitas grandes marcas têm apostado em campanhas com cenas criadas por usuários e essa tendência estética pode ser aproveitada por novos criadores de conteúdo.

MOSTRE SEUS PROJETOS PARA O MUNDO

Este é o momento de mostrar seus projetos para o mundo. As pessoas estão com mais tempo para pesquisar sobre assuntos que curtem e com certeza uma galera por aí tem o mesmo gosto que você.

Se você é editor de vídeos, por exemplo, pode atualizar seu portfólio, ou terminar de editar aquele projeto pessoal que sempre teve vontade, testando uma nova forma. Além disso, cada vez mais as palavras nos abraçam. Revire seus poemas ou escritos, crie um padrão e compartilhe nos grupos de WhatsApp ou em uma página no Instagram.

ENSINE ALGO

Compartilhar algo interessante com o seu público é ótimo. Seja numa live no Instagram ou YouTube ou até mesmo uma Thread no Twitter, caso você não tenha intimidade com o vídeo. Se eles aprenderem algo que considerem útil ou divertido, com certeza vão voltar.

NETWORKING E PROSPECÇÃO

Este também é o momento de projetar sua imagem profissional. Que tal usar o Linkedin para falar de uma experiência profissional (todos amam histórias e os contratantes também) ou para ajudar sua rede de contatos com dicas interessantes sobre a sua área de atuação. Com certeza é uma forma de começar a ser notado!

E por acaso você acha que o FTC começou como?

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários