Quem administra um negócio sabe o quanto é importante ter uma visão abrangente do processo de gestão. Em outras palavras, quando o assunto é empreender, é preciso saber olhar para a floresta e não apenas para a árvore.

Com essa ideia em mente, de ter um olhar ampliado para o seu empreendimento, surge a noção de Design Thinking. Calma, talvez você já esteja aí pensando que “lá vem mais um termo em inglês para eu falar nas reuniões da empresa”.

Bem, na verdade, mais do que um termo bonito, o “pensar o design” pode ser muito útil para o ambiente corporativo.

Dessa maneira, as ideias para conduzir o negócio irão levar em conta desde as necessidades do consumidor até a maneira como o produto vai impactar na vida de todos ao redor.

INVISTA EM SEU PROJETO WEB PENSANDO COMO UM DESIGNER

Hoje em dia, o Design Thinking já faz parte do dia a dia de empresas gigantes do mercado, tais como a Sony e a Apple.

Para ter uma melhor compreensão de como o Design Thinking pode ser um aliado para o seu projeto na web, é importante conhecer quais são as principais etapas desse pensamento. Ao todo são cinco.

1- FASE DA EMPATIA

É o passo inicial para você olhar o problema de maneira abrangente. Nessa etapa você vai antecipar qual é o objetivo do seu site, qual é o público a ser atingido e como ele vai trazer soluções para esse público.

Se o seu site é um e-commerce, o Design Thinking permite analisar qual o layout vai facilitar a navegação do seu cliente. Se você está em busca de como criar um site eficiente, é preciso estudar quais os templates são melhores, como organizar as abas e os links.

2- FASE DA DEFINIÇÃO

Depois que você adentrou na mente do seu público, chega a hora de colocar o projeto em prática e estipular como será o seu site.

Baseado em quem é o seu público e em quais são as necessidades dele, você já poderá criar o seu site. É aí, nessa etapa, que você vai ver qual é a melhor plataforma para o seu projeto.

Até mesmo é importante definir também como será a sua hospedagem de site, que é um aspecto relevante e pode fazer toda a diferença em se tratando de tráfego, velocidade e segurança do seu site.

3- FASE DA IDEALIZAÇÃO

Idealizar, nesse caso, implica em encontrar uma solução. Você conhece o seu público e sabe como o seu site pode ser útil, mas será que você sabe como vai mostrar o seu site para essas pessoas?

A fase da idealização é quando você deve deixar as suas ideias fluírem e pensar em maneiras de divulgar o seu projeto. Nessa etapa a criatividade deve ser a protagonista.

4- FASE DOS PROTÓTIPOS

É nessa etapa que a ideia sai da mente e ganha o mundo real. Sendo assim, tudo o que foi pensado e planejado é colocado em prática.

5- FASE DOS TESTES

Será que os métodos de divulgação deram certo? Será que o template permite boa navegabilidade? A cor do fundo valoriza a identidade visual do site?

Essas são algumas indagações que a fase de testes vai ter condições de responder.

 

OS BENEFÍCIOS DO DESIGN THINKING

A maneira de “pensar o design” incentiva você a ver o seu negócio sob novas perspectivas.

Ou seja, você vai perceber, por exemplo, que para ter presença online, deverá contar também com uma boa hospedagem de sites, bem como contar com outros detalhes relevantes.

Por isso, logo abaixo elencamos alguns benefícios do Design Thinking que podem melhorar a criação do seu site.

A ELABORAÇÃO DE UM WIREFRAME

O Wireframe é um mapa do que o seu site vai apresentar. Ele pode ser feito até mesmo com um papel e uma caneta, porém, hoje em dia existem softwares apropriados para isso, tais como o Axure.

O Wireframe é importante, pois auxilia o designer a ver de uma forma geral como será a diagramação e disposição dos elementos no site.

ADOTAR A RESPONSIVIDADE

Em tempos em que os dispositivos móveis são cada vez mais populares, o Design Responsivo não é mais um mero recurso extra, mas sim fundamental.

EQUILÍBRIO VISUAL

Talvez você não saiba, mas ao navegar em um site nada ali é colocado de forma aleatória. A disposição dos links, das imagens, a cor do fundo e o tipo de fonte utilizada devem ser bem pensados.

Por meio de um bom conhecimento de design é possível aliar esses elementos visuais e estéticos de forma agradável, levando em consideração também a proposta do site.

CONCLUSÃO

Como é possível notar, o Design Thinking tem como base muito mais métodos de observação do que estatísticos. Experimentar e testar conta muito na realização desse processo.

Por essa razão, se você tem um projeto web em mente ou já esteja planejando como criar um blog, um site para a sua empresa ou uma loja online, pensar o design é um passo essencial para se destacar no universo web.

Imagens: Unsplash

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários