Se você não dispensa conhecer obras de arte diferentes em cada viagem que faz, o livro Destination Art vai te ajudar a descobrir muitos lugares

“Viajar é a única coisa que você compra e te faz feliz”, diz uma frase popular. De fato, para muitas pessoas, viajar é um das melhores coisas do mundo. Você tem a oportunidade de conhecer um lugar diferente do qual está acostumado, mergulhar numa cultura distinta da sua, experimentar comidas locais e explorar os principais pontos turísticos de um destino.

Existem diversos tipos de roteiros de viagem, feitos para agradar os mais variados tipos de pessoas. Se você é mais aventureiro, pode incluir no seu passeio conhecer alguma trilha ou visitar um restaurante exótico. Se você gosta de arte, provavelmente vai listar diversos museus ou galerias, e por aí vai.

Seja qual for o seu tipo de viagem, é quase unanimidade que o mais legal é a explorar a cidade e tudo que ela tem a oferecer. Algumas vezes, basta algumas horas. Outras, é preciso voltar mais de uma vez para perceber coisas novas a cada visita. E nem sempre é fácil achar lugares bacanas e diferentes fora do roteiro padrão.

Pensando nisso, sempre que você for programar uma viagem e quiser dar uma pitada de arte nela, pode ser interessante consultar o guia “Destination Art”que lista exposições permanentes em diversas cidades ao redor do mundo, seguindo os moldes do volume anterior, “Destination Architecture”.

Um pouco do livro Destination Art: 500 Artworks Worth the Trip, publicado pela Phaidon.

Com 500 obras de arte, o livro reúne instalações urbanas e museus dos mais variados tipos em 60 países e 300 cidades do globo. Com certeza esse guia pode te mostrar lugares que valem a pena a visita nas mais distintas localizações como também pode te ajudar a achar um tesouro escondido por aí.

O guia global tem sua curadoria baseada em sites dedicados a trabalhos modernos e contemporâneos de 340 artistas e abrange desde a colaboração de Yayoi Kusama com a Coca-Cola em Matsumoto, no Japão, até a obra “Crouching Spider” de Louise Bourgeois, em uma piscina localizada no Château La Coste em Le Puy-Sainte-Réparade, França.

Cildo Meireles, Inmensa, 1982-2002, Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico Inhotim, Rua B 20, Brumadinho, Brasil. Cortesia do artista e da Galeria Luisa Strina, São Paulo. Foto: Tiberio França (projeto 492, pg. 535)

Se você estava se perguntando, sim, o Brasil está nessa lista! Uma das obras em destaque é Inmensa, de Cildo Meireles (acima), localizada no Inhotim, em Brumadinho. Trata-se de uma versão da obra homônima criada em 1982 e que foi desenvolvida especialmente para o museu em Minas Gerais. Confira alguns murais, esculturas, instalações sonoras, paisagens, e e algumas páginas que você encontra no guia:

Agnes Denes, Tree Mountain—A Living Time Capsule—11,000 Trees, 11,000 People, 400 Years, 1992-96, Pinsiönkankaantie 10, 39150 Pinsiö. © Agnes Denes. (projeto 70, página 86) Imagem: Phaidon.

Yayoi Kusama, Dots Obsession, 2012, Museu de cidade de Matsumoto, 4-2-22 Chuo, Matsumoto, Nagano 390-0811, Japão. © Yayoi Kusama (projeto 45, página 60)

Nathan Coley, ‘There Will be No Miracles Here’, 2006, Galeria Nacional de Arte Moderna da Escócia, 75 Belford Road, Edimburgo EH4 3DR, Escócia. Coleção das galerias nacionais da Escócia. © Studio Nathan Coley (projeto 81, página 98)

Grayson Perry e FAT Arquitetura para Living Architecture, A House for Essex, 2015, Black Boy Lane, Manningtree, Essex CO11 2TP, Inglaterra. Foto: Jack Hobhouse (projeto 100, página 117)

Gianni Motti, Success Failure, 2014, Domaine du Muy, 83 chemin des Leonards, 83490 Le Muy, França. Cortesia: Ardeis Genève e Domaine du Muy. © Gianni Motti. Foto: JC Lett (projeto 172, página 192)

Louise Bourgeois, Crouching Spider, 2003, Château La Coste, 2750 rota de la Cride, 13610 Le Puy-Sainte-Réparade, França. Cortesia: Château la Coste. © Fundação Easton / DACS, London / VAFA, NY 2018 (projeto 173, página 193)

Janet Echelman, Her Secret is Patience, 2009, Parque de espaço cívico, 424 avenida norte central, Phoenix, AZ 85004, os Estados Unidos. Foto: Christina O’Haver (projeto 428, página 468)

Curtiu? Se você tem dicas de outros livros nesse estilo, manda pra gente! O Guia “Destination Art” está disponível online na loja da Amazon. Compre aqui.

Via.

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários