Já mostramos aqui no site museus que você tem que ir pelo Brasil todo e museus para relaxar nos jardins de São Paulo. Mas novos lugares estão se destacando como rota obrigatória de visita que são mais do que apenas um museu, como o Farol Santander, antigo Banespão, que completou um ano de funcionamento em Janeiro de 2019 na cidade, após sua reinauguração.

Inspirado no Empire State Building de Nova York, o Farol Santander já recebeu mais de 300 mil pessoas e está cumprindo sua promessa de ser um edifício que abrange cultura, lazer, memória, empreendedorismo e mais. – Tudo junto e agora com a mostra “Além do Infinito”, que abrange a obra inédita “UP THERE” da artista visual Regina Silveira e a obra “Beyond Infinity” do francês Serge Salat, com mais de 600m² de exposição, divididos no 22º e 23º andar do edifício, até o dia 05 de maio.

São Paulo, vista de cima do antigo Banespa, agora Farol Santander. Foto de Maurício Fernandes/Shutterstock 

Regina Silveira leva ao público “UP THERE”, uma narrativa visual e sonora de uma trajetória ficcional, com pouco mais de 3 minutos de duração, que se inicia na altura de um grupo de corpos celestes imaginários e desce ao topo das nuvens de uma suposta atmosfera terrestre, com sequência em loop. “UP THERE” quer sugerir que a viagem infinita que se faz do chão desta mesma sala, virtualmente transformado em plataforma flutuante. A obra tem trilha sonora do pianista Rogerio Rochlitz.

Fotos: Marra comunicação – “UP THERE” – Exposição Regina Silveira

“Beyond Infinity”, a instalação multissensorial do francês Serge Salat, que combina espelhos, luzes, música e arte fractal já explora suas ideias singulares em espaços infinitos e surreais. A instalação propõe uma jornada complexa e teatral, uma experiência cinematográfica em que os visitantes se aprofundam cada vez mais em hierarquias de sonhos aninhados e em outros sonhos. A instalação exige que o espectador entre física e simbolicamente na dimensão espaço-tempo dos espelhos. O trabalho do artista já passou por países como China e França. (Além de ser ótimo para tirar fotos incríveis!)

Foto: Marra Comunicação – Beyond Infinite – Exposição Serge Salat

Foto: CasaCor  – Beyond Infinite – Exposição Serge Salat

Uma instalação multissensorial é aquela que envolve vários dos 5 sentidos (visão, tato, olfato, audição e paladar). Já mostramos aqui um exemplo disso, lembra? A exposição no Japão que misturava cores, sons e aromas para criar uma atmosfera imersiva totalmente inédita aos espectadores.

Foto: Marra Comunicação – Exposição Adoniran Barbosa

Além disso o edifício, localizado no centro de São Paulo já recebeu diversas exposições como “Hebe Eterna”, “Saramago – os pontos e a vista” e “Trem das onze – uma viagem ao mundo de Adoniran“, recebeu também o artista Haroon Mirza (Inglaterra), além dos nacionais Laura Vincci, Rejane Cantoni + Leonardo Crescenti, a dupla MOTTALIMA (Gisela Motta e Leandro Lima e diversos coletivos como o NONE COLLECTIVE (Itália) e o TUNDRA (Rússia). Confira a instalação do TUNDRA no vídeo abaixo:

Ademais, o Farol se dedica a proporcionar discussões de empreendedorismo no 8º andar (Arena do 8), que já recebeu mais de 50 palestrantes tais como o arquiteto italiano Carlo Ratti que desenvolveu o conceito de “cidades sensíveis”, se tornando uma referência em “Smart Cities” (cidades inteligentes), buscando humanizar mais a metrópole em conjunto com os avanços tecnológicos.

Foto: Divulgação Santander – Divisão dos andares do Farol 

O edifício, um dos mais altos da capital tem 14 andares abertos ao público e conta com a abertura de 4 novos andares voltados à gastronomia. Um deles sendo o Bar do Cofre SubAstor no subsolo, que é especializado em coquetéis e funciona de quinta à sábado, das 17h até a 01h.

Foto: Renato Salles

Como se tudo isso já não fosse suficiente para transformar o edifício em desejo total nos próximos passeios ao centro de São Paulo, o 21º andar é uma pista de skate! E ninguém menos que Bob Burnquist, o maior medalista do XGames, projetou o lugar. Bob é americano-brasileiro e o espaço no Farol Santander possibilitou uma vivência diferente, com a proposta indoor para os visitantes. O Spotlab SP fez um vídeo sobre o local:

E o andar mais visitado é o mirante do 26º, com café no local e uma vista única. De lá é possível ver o vizinho Edifício Martinelli, o Mercado Municipal, Viaduto Santa Ifigênia e tem indicações de direção como do Pico do Jaraguá.

São Paulo, mirante do Farol Santander. Foto de Polly Sjobon/Shutterstock 

FAROL SANTANDER

Onde: Rua João Brícola, 24 – Centro (estação São Bento – linha 1, azul do metrô)

Entrada acessível: Rua João Brícola, 32

Funcionamento: Terça a Domingo

Horários: 09h às 20h (terça a sábado) / 09h às 19h (domingo)

Ingressos: site do Farol Santander e bilheteria física no local

Horário Bilheteria: 09h às 19h (terça a sábado) / 09h às 18h (domingo)

Ingressos: – R$ 20 (visitação completa ao Farol Santander)

Tereza Teixera é estudante de Arquitetura e Urbanismo com muito prazer e está sempre procurando aprender mais sobre um pouco de tudo, principalmente sobre cenografia, criatividade, inovação, filosofia, negócios e novas formas de viver. Regida sob novos desafios e convivência constante com a arte.

Tereza Teixeira – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários