O próximo Johnny Cash ou Taylor Swift poderia ser um senhor ou uma senhora da casa de moradia assistida Sydmar Lodge Care Home em Edgware, na Inglaterra! Explico: depois de ficarem em quarentena por mais de 120 dias sem poder sair do local, os idosos decidiram participar de uma atividade sugerida e recriar algumas das capas de álbuns mais icônicas da música, transformando-se em Blink 182, Adele, Michael Jackson e Bruce Springsteen, e divertindo-se muito com algumas paródias.

COMO A IDEIA SURGIU NO SYDMAR LODGE CARE HOME

O coordenador das atividades da casa, Robert Specker, liderou o projeto – que inclui a estréia de True Blue de Madonna e Aladdin Sane de David Bowie – e compartilhou a série completa em seu Twitter em um post que viralizou na internet.

A maioria dos comentários foi positiva, mas muita gente o criticou dizendo que Robert estava apenas expondo os idosos como forma de publicidade, que ele havia corrompido as capas como forma de arte, entre outras coisas.

Parentes dos agora novos “artistas” confirmam que eles estão mais felizes do que nunca. Participaram da brincadeira porque quiseram, muitos escolherem os álbuns de acordo com sua preferência musical (Sue Z disse: “Roma é minha tia. Seu filho está tão feliz que ela se divertiu!”).

Sheila, 93 anos, por exemplo, já foi ao show para ver Rag’n’Bone Man se apresentando ao vivo com Robert e pediu para o conhecer antes, “então essa era uma escolha óbvia. Se você ver a capa do álbum, é a assinada que Rag’n’Bone Man deu a ela”, comenta Robert.

Os depoimentos no Twitter são a coisa mais animadora que você vai encontrar hoje!

Todas as imagens por Robert Specker.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários