followthecolours-diy-caixa-feira-07 copy

Está mudando de casa ou escritório e não tem muita grana para gastar? A solução tem um nome: criatividade! Já viu a quantidade de coisas bonitas que a gente pode fazer com pouco dinheiro e dedicação? Foi pensando nisso que chamamos Vanessa Bornemann, designer, ilustradora e entusiasta da filosofia do it yourself (DIY) para nos ajudar.

Uns 2 anos atrás, Vanessa foi morar sozinha em seu primeiro apartamento não mobiliado. Foi aí que viu que precisava de uma estante, de um sofá e de várias outras coisas. A grana era curta. Ela então começou melhorando os objetos que já tinha: encapou puffs com novos tecidos, restaurou um abajur, e a cada projeto, foi gostando mais dessa sensação “eu que fiz”. Partiu para o mobiliário! Primeiro fez uma prateleira, depois estantes e até um sofá com pallet. Tudo isso usando caixas de feira, muitas cores e outros pedaços de madeira, comprados ou não!

Depois de deixar o seu apartamento lindo, seu olhar mudou. Hoje ela anda sempre alerta pelas ruas atrás da coincidência de achar algo bacana nos lixos e cantos por aí. Já encontrou trilho de berço que virou porta lenço e cavaletes que em breve serão apoio pra mesa. Para se inspirar, está sempre ligada em música. Precisa de uma playlist esperta na hora de criar e vive atrás de novos sons. E claro, também gostar de viajar, conhecer pessoas, visitar museus e olhar para o mar.

Vanessa hoje conta para o FTC, o passo-a-passo de alguns móveis que criou para sua casa. Fácil, fácil. Preparados?

Pela primeira vez na vida ganhei algo em um sorteio! Uma TV! Onde colocar? Corri atrás das caixas de feira!

followthecolours-diy-caixa-feira-011

Na madeireira compre 2 tábuas de madeira (0,2×1,20 m), lixe bem todas as faces e pinte com tinta acrílica.

followthecolours-diy-caixa-feira-010

Utilize 4 pés como este: são de 10cm e tem regulagem de altura (isso é bom para nivelar a estante) e 4 parafusos para cada pé (a altura do parafuso depende da espessura da madeira). 

Para as caixas de feira, dê o mesmo tratamento que as tábuas: lixe tudo (eu utilizei 2 gramaturas de lixa – uma mais grossa para a primeira passada e uma mais fina para alisar a madeira). Após lixar, passe um paninho para tirar toda poeira, antes de começar a pintar. Alinhe as caixas sobre a tábua – importante escolher caixas que tenham a mesma altura para que a estante não fique torta. Coloque um parafuso em cada uma para prender as caixas na tábua. Após isso empilhe as outras caixas, coloque mais uma tábua e pronto!

followthecolours-diy-caixa-feira-08
followthecolours-diy-caixa-feira-05
followthecolours-caixa-feira-00
Transformar o que temos é muito bom. E pra provar que as cores mudam tudo nessa vida, uma pálida bandeja virou um canto quente da cozinha! Pegue fita crepe e jornal, isole a área branca e passe tinta nela!
followthecolours-diy-caixa-feira-04
Ainda falando sobre a magia das cores, olha como uma porta colorida deixa o ambiente mais alegre e aconchegante. A minha ficou amarela! Este é o meu ateliê. A base para minha mesa não poderia ser de outra coisa além de caixas de feira! Elas são super práticas, dá para guardar muito material em suas prateleiras e fica tudo escondidinho, bem organizado. Escolhi a cor verde pois sempre li que estimula a criatividade!
followthecolours-diy-caixa-feira-03

O que achou? Gostou? Então inspire-se com meus outros trabalhos: 

followthecolours-diy-caixa-feira-02

Sofá feito com reutilização de pallets.

followthecolours-diy-caixa-feira-012

Cabeceira de cama feita com tábuas de imbuia, pintada com esmalte sintético e a minha gatinha panqueca.  

followthecolours-diy-caixa-feira-09

Porta lenços feito a partir de trilho de berço – encontrado no lixo a caminho de casa.

Vanessa diz que não há um dia sequer que a cor não esteja influenciando sua vida e seu ambiente de trabalho. Tudo em sua casa é bem colorido, cheio de painéis semânticos, escalas pantones e estampas. Assim, produz móveis com vida, usa chita na cozinha e se aventura entre tintas e ilustrações. Adoramos! Obrigada Vanessa!

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários