follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (6)

É isso mesmo! Projetada pela arquiteta Emmanuelle Moureaux, a loja de utilidades domésticas e decoração Corazys, em Omotesando, Tóquio, segue o conceito de uma biblioteca, só que ali os produtos estão ordenados por cores: são enormes prateleiras, do chão ao teto, cuidadosamente alinhadas e com cerca de 150 itens diferentes, dispostos em uma única cor.

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (3)

Laranja, rosa, verde e azul. O espaço interno da loja é dividido em blocos coloridos, entretanto, o restante é mantido branco, com o intuito de proporcionar uma base neutra para uma diversificada gama de produtos, todos fabricados no Japão. Nas prateleiras mais altas encontram-se os itens em tons pastel. Nas mais baixas, os em cores bold, bem vivas.

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (9)

A artista francesa Emmanuelle Moureaux, conhecida por utilizar cores para tornar seus projetos ainda mais legais, comenta: “Bibliotecas estão repletas de histórias. A Corazys quer levar emoção à vida cotidiana, satisfação, a sensação de segurança, o bem-estar. Seu objetivo é fazer de sua loja um lugar onde seja possível encontrar um item especial, como um livro precioso em uma biblioteca”.

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (8)

Assim, ela abusa das cores a fim de atrair clientes, que são incentivados a explorar item por item, como se estivessem em partes de uma biblioteca. Convidativas, suas enormes prateleiras coloridas ainda podem ser vistas do lado de fora. Sentiu vontade de entrar?

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (10)

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (7)

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (2)

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (5)

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (4)

follow-the-colours-tokyo-library-of-colors (1)

Via.

Siga o FTC no Twitter + Facebook + Pinterest + InstagramTumblr + FlipBoard e assine nossa newsletter para updates.

Jornalista de moda e lifestyle, Selena Escher trabalha com conteúdo. Capricorniana e pesquisadora constante, adora arte, conhecer novas culturas, viajar, comer bem, a década de 1920, música, assistir a filmes e sentir-se livre.

Selena Escher – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários