A proposta do green villa é que o prédio sustentável seja um marco e chame atenção para a necessidade de espaços verdes nas cidades

Uma empresa de arquitetura holandesa, a MVRDV, lançou um projeto de um prédio sustentável, todo coberto por plantas. Chamado de green villa, o imóvel foi pensado para ser um prédio residencial e também conta com espaço de trabalho. Além disso, está localizado em Sint-Michielsgestel, vila holandesa próxima ao Rio Dommel

O green villa adota o estilo urbano similar aos outros prédios ao seu redor, ao mesmo tempo em que as plantas que cobrem toda sua fachada trazem um ar diferente para a construção, destacando-a em meio ao concreto da cidade e ajudando-o a se misturar à paisagem bucólica próxima ao Dommel, rica em campos verdes e árvores.

A MVRDV projetou o green villa junto com outro escritório, o Van Boven Architecten, que é também o desenvolvedor do projeto. “Esse design é a continuação de nossa pesquisa sobre prédios ‘sem fachadas’ e radicalmente verdes”, explica Winy Mass, sócio-fundador da MVRDV.

A construção está prevista para iniciar em 2020, colocando em prática o plano de subir um prédio que seja um marco do setor imobiliário e ao mesmo tempo um sinal de progresso, sendo socialmente e ambientalmente consciente. Um projeto ousado que visa atrair atenção para a possibilidade de cidades mais sustentáveis

“A ideia dos anos 90 de que parques sejam oásis dentro das cidades é muito limitada. Precisamos de um ‘mergulho verde’ intenso. Deveríamos cobrir telhados e fachadas com mais verde. Plantas e árvores nos ajudam a diminuir as emissões de CO2, diminuem a temperatura nas cidades e promovem biodiversidade”, exalta Winy Mass.     

O design projetado pela MVRDV e o Van Boven Architecten para o green villa segue a formação da rua Adrianusplein e adota os telhados de mansarda, seguindo o estilo original dos prédios vizinhos na rua em que será construído

Entretanto, o prédio sustentável se destaca dos demais devido ao seu exterior único, composto por ‘prateleiras’ de diferentes profundidades e tamanhos, as quais sustentam inúmeros vasos de plantas, arbustos e árvores, entre elas jasmim, pinha e bétula.

Mais verde para as cidades! Que essa ideia se espalhe para outros lugares no mundo.

Via.

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários