O designer é um elemento crucial para a manutenção do planeta. É este indivíduo que – através da consciência/responsabilidade ambiental, criatividade, pesquisa e vontade de fazer a diferença –, pode ser um dos maiores aliados para considerar soluções sustentáveis e garantir melhorias às gerações futuras.

Nesta linha de pensamento, há pouco tempo publicamos sobre Anna Bullus, uma designer londrina que preocupou-se com a reciclagem de chicletes. Agora, destacamos o trabalho de reciclagem de cintos de couro feito pela também britânica Inghua Ting.

A assinatura de Ting revela uma compreensão de texturas táteis, detalhes e respeito pela sustentabilidade, utilizando materiais existentes sempre que possível.  Suas produções iniciais recuperavam cintos de segurança de carros para transformá-los em produtos como almofadas, pufes, redes, tapetes e acessórios como bolsas criando uma trama interessante e resistente – que já é característico do próprio material.

Posteriormente, a designer elevou o nível estético de sua proposta ao recuperar cintos vintage de vestuário transformando-os em revestimentos decorativos. São os ladrilhos de couro, peças personalizadas em que as técnicas criativas envolvidas foram refinadas ao longo de quinze anos, usando tecnologia de ponta em design com ferramentas feitas à mão e artesanato.

No processo de construção do ladrilho, cada cinto é manualmente selecionado, limpo e distribuído em um padrão que envolve a estética do cliente. Isso garante que as peças tenham o equilíbrio de cores e texturas corretos para as diferentes propostas, resultando em uma superfície interessante, resistente e única. O produto final é adequado para uma variedade de superfícies, incluindo pisos, paredes, portas, móveis e mesas com muita originalidade:

“Nossos pisos de couro envelhecem graciosamente, à medida que o tempo passa e o tráfego de pedestres trabalha no couro, ele desenvolve sua própria pátina e história, o que sentimos que acrescenta caráter ao nosso produto”, diz Inghua Ting.

Confira:

Cintos vintage viram revestimentos para portas e outros acessórios como bolsas, carteiras, etc. 

Aqui, os cintos se transformaram em piso para a escadaria! 

Inghua Ting começou seu trabalho desenvolvendo produtos ao reciclar cintos de segurança: são redes, almofadas, bolsas, pufes e outros acessórios sustentáveis. 

SOBRE INGHUA TING

Nascida na Grã-Bretanha e baseada em Los Angeles, a designer Inghua Ting fundou a sua marca de mesmo nome (TING) após um mestrado em têxteis no Royal College of Art, em Londres.

Entre seus clientes, estão a Nike, o Google, a Warner Bros, a Lexus e a Bliss. A coleção do estúdio foi incluída em exposições na Selfridges em Londres, Colette em Paris, Bergdorf Goodman em Nova York e Adrian Grenier’s SHFT em LA.

É possível acompanhar as criações de Inghua Ting no Instagram!

Marjorie Simões é designer de interiores e artista visual. Curiosa, observadora e pesquisadora, adora aprender coisas distintas para depois conectá-las. Valoriza os trabalhos manuais, a cultura vernacular, a economia criativa e a produção/consumo sustentável. Acredita no poder das cores e tem leves faniquitos quando entra em ambientes beges.

Marjorie Simões – já escreveu posts no FTCMAG.



Comentários