Um espaço que é oficina, ateliê e ao mesmo tempo loja colaborativa de produtos artesanais, além de receber workshops que valorizam o fazer, o aprender e compartilhar com as mãos. Luciana Albuquerque e Martina Bollentini estão a frente do Studio Manual, localizado num charmoso sobrado no coração do Saara, no centro do Rio de Janeiro. A ideia de criar o Studio surgiu após se conhecerem no curso de marcenaria do Olabi; Luciana dava início a Arvoredo, sua marca de joias contemporâneas em prata e madeira, enquanto Martina usava a oficina para produzir suas peças de design também em madeira para a Fast Forward Design.

Com a demanda de encomendas de suas marcas crescendo, as duas sentiram necessidade de aumentar seus espaços de ateliê, mas não encontravam um imóvel que comportasse o que precisassem. Então, resolveram juntar suas energias, máquinas e ferramentas. Encontraram uma sala com dois ambientes amplos e iluminados, perfeitos para os planos de loja e oficina. Mas, a sala precisava de reformas pontuais. Aproveitando o conhecimento em reformas e marcenaria, decidiram fazer elas mesmas toda a obra, os móveis, decoração e restauração do piso.

Depois de 15 dias de reforma, nascia o espaço que hoje, além de ser o local de trabalho da dupla e ter peças prontas de ambas as marcas autorais para venda, fica de portas abertas ao público por conta da loja colaborativa fruto da curadoria das duas, e expõe objetos de produção artesanal feitos com muito carinho, que valorizam a economia local e pequenos produtores.

Afinal, existe coisa mais fascinante que criar algo com as próprias mãos em tempos digitais ou comprar de quem faz? Confira entrevista com as fundadoras:

CONHEÇA O STUDIO MANUAL

FTC: Como vocês se conheceram? Quais são os sonhos e desejos que possuem em comum? 

Nós nos conhecemos há quase 2 anos no Olabi, em Botafogo. Na época, frequentávamos o Clube de Marcenaria e tínhamos nosso primeiro contato com uma oficina e suas máquinas. Foi lá que surgiu a Fast Forward Design e pouco tempo depois, a Arvoredo.

Nossos sonhos? Talvez um dos maiores que tínhamos já tenha se realizado: ter nossa própria oficina e espaço para nossa loja. Mas ainda temos grandes ambições: queremos dar maior visibilidade aos trabalhos manuais, fazendo com que as pessoas valorizem e se aproximem ainda mais do processo artesanal e seus frutos.

FTC: Como surgiu a ideia do Studio Manual?

Participávamos de muitas feiras e eventos e sempre conversávamos sobre as dificuldades de crescer nossas marcas e ter um ponto fixo para receber os clientes. No início desse ano reunimos artistas que tinham a mesma vontade que nós para alugar uma casa comercial. O projeto era parecido com o Studio Manual: faríamos os ateliês nos quartos da casa e na sala funcionaria uma loja colaborativa.

Infelizmente a burocracia esfriou nossos planos, mas a ideia nunca saiu das nossas cabeças. Com o tempo, acabamos saindo do Olabi e transferindo nossas oficinas, cada uma para sua casa, mas sempre sonhando em crescer. Em Agosto de 2017 a Martina soube que teria que se mudar de seu antigo apartamento, foi então que batemos o martelo e resolvemos juntar nossas ferramentas.

Começamos uma busca intensa por um imóvel no Rio de Janeiro – quem mora na cidade conhece todas as dificuldades de achar um imóvel legal e que caiba no bolso – e depois de alguns meses achamos esse sobrado charmoso no coração do Saara para chamar de nosso!

FTC: Quais as influências que estão por trás do projeto?

Nos inspiramos nas oficinas e espaços colaborativos que surgiram no Brasil há pouco tempo, fazemos parte do movimento compro de quem faz e do movimento maker. O Olabi, Semente e LAB74 são exemplos desses espaços no Brasil.

FTC: Poderiam nos explicar qual é a principal proposta do Studio Manual?

Somos um espaço para troca e conhecimento através das mãos. Como já falamos, queremos que as pessoas valorizem e se aproximem ainda mais do processo artesanal, das pequenas marcas e que essas atitudes por consequência fortaleçam economia criativa regional. Fazemos isso através das oficinas e workshops que são ministradas no espaço pelos nossos parceiros ou por nós mesmas, além da divulgação das marcas que estão na nossa loja.

Quadros botânicos da Fast Forward Design 

Colar Arvoredo 

FTC: Antes de tudo, vocês possuem duas marcas autorais. Falem um pouco sobre elas!

A Arvoredo é uma marca de joias contemporâneas com design autoral inspiradas na arquitetura modernista. Todas as peças são feitas pela própria Luciana que utiliza prata e madeiras nobres – oriundas do descarte – como elementos principais de suas criações.

A Fast Forward Design é um pequeno ateliê de marcenaria, com produção artesanal e produtos para decoração sustentável. Parte da madeira usada como matéria-prima para produção das peças é vinda de reflorestamento, reaproveitada de caçambas ou encontrada na rua. A marca tem design moderno e linhas simples.

Espelhos Fast Forward Design e joias da Arvoredo

FTC: Qual o critério utilizado para realizar a curadoria dos outros artistas no Studio Manual?

O único critério indispensável para nossa curadoria é que os produtos sejam feitos à mão. Buscamos marcas que tenham os mesmos valores que acreditamos: sustentabilidade, slowdesign e preço justo. Além disso, todas as marcas que selecionamos tem produtos que reforçam nosso conceito moderno e simplificado, trazendo unidade visual à identidade do Studio.

FTC: Com o que vocês se inspiram?

Como a Luciana é arquiteta e a Martina é designer de interiores, a arquitetura é a principal fonte de inspiração nas criações das duas. As duas também se baseiam na praticidade e simplicidade do estilo minimalista, que se revela no design das peças.

Luciana Albuquerque e Martina Bollentini, fundadoras do Studio Manual no Rio de Janeiro 

FTC: Qual tem sido o maior aprendizado desde o nascimento do Studio Manual?

Vimos que apesar das dificuldades, é possível fazer diferente e questionar esse modelo de consumo desenfreado da nossa sociedade. E unir as pessoas com o mesmo propósito torna o processo muito mais agradável.

FTC: Uma frase que sustenta o Studio nesse momento.

Com certeza é: “Aprender, fazer e compartilhar com as mãos”. 

VAI LÁ: STUDIO MANUAL 

Rua Buenos Aires número 220, Loja 1 – Sobrado Rio de Janeiro – RJ
Telefone: (21) 3199-2029. contato@studiomanual.com.br

Acompanhe o Studio Manual no Instagram.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no FTCMAG.



Comentários