Lily foi quem deu o pontapé inicial para a criação desse conjunto de formas geométricas modulares desenvolvido para gatos. Mas se engana quem pensa que Lily é uma pessoa, porque ela é um animalzinho de quatro patas.

Depois de dias se recusando a comer, a gata só voltou a se alimentar após passar uma hora dentro de uma caixa de papelão. E esse episódio levou aos seus donos, um casal de arquitetos de Taiwan, a projetar esses cubos de papelão como refúgio para seus felinos.

A Cat Thing” foi o nome dado ao projeto criado em 2016 que utiliza um sistema de conexões inspirado no princípio do origami – a técnica de origem japonesa usada com o intuito de criar formas. E seu design foi baseado nos sistemas dos edifícios pré-fabricados e também no Lego, as famosas peças de montar.

Humanos precisam de um lugar seguro e aconchegante para viverem: O mesmo vale para os gatos, dizem os criadores. O intuito deles foi então de conceber um espaço com essas mesmas características para o convívio dos felinos. Esse objetivo foi alcançado repensando a maneira como eles são abrigados. “Nós entendemos a importância da segurança e do espaço para os gatos quando começamos a conviver com eles. Eles demonstravam se sentir mais confortáveis e tranquilos em espaços pequenos e estreitos, afirmam.

Sala de estar, quarto, varanda e rampa. Essas foram as características espaciais que orientaram a criação dos blocos que oferecem inúmeras possibilidades de configuração para os ‘ambientes’ dos bichanos.

A CAT THING – MATERIALIDADE

Aspectos como a sustentabilidade também foram considerados na criação do projeto. Além dos módulos serem totalmente recicláveis, eles também não possuem materiais tóxicos em sua composição – O que é bom o planeta e bom para os felinos. Um ponto interessante de destacar é que as peças usadas para encaixar um módulo no outro são resultado do recorte das aberturas dos cubos, otimizando o uso do material e reduzindo o descarte.

Os princípios do origami foram usados ​​para criar conexões que podem unir os diferentes módulos.

DESENHO

O design das peças permite combinações harmônicas independente da configuração das mesmas. Princípios encontrados na arquitetura auxiliaram na definição das formas, texturas e cores utilizadas no projeto. O formato das aberturas também foi unificado seguindo a mesma intenção. Segundo os criadores do projeto, “combinando as aberturas dos módulos é possível criar estruturas com unidade visual para o seu abrigo de gatos.  E essa união entre estética e função não poderia ser melhor conciliada, tanto para os gatinhos, quanto para os seus donos.

O objetivo do A Cat Thing é trazer um design criativo, elegante, harmonioso, que caiba em qualquer ambiente moderno.

Juntos, os módulos podem ser empilhados, transformados e expandidos.

Os “ambientes” devem ser ajustados de acordo com o comportamento dos felinos.

Curtiu? Acesse o site para conhecer ainda mais variações dos módulos do projeto A Cat Thing”.

Via.

Affonso é arquiteto e urbanista e tem dificuldade em ficar parado. Amante dos trabalhos manuais desde pequeno, criou sua loja online logo no fim da faculdade, quando passou a comercializar objetos de decoração confeccionados por ele mesmo. Adora artes, decoração e qualquer projeto de “faça-você-mesmo”. Acredita que com criatividade e dedicação é possível transformar o espaço e as pessoas ao seu redor.

Affonso Malagutti – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários