Pratos rasos e de sobremesa feitos à mão com esmalte fosco preto. O resultado final é belíssimo! 

Uma tendência que se confirma cada vez mais é que as pessoas estão buscando um retorno à natureza, ao resgate do feito à mão e tem valorizado cada vez mais peças feitas artesanalmente. Na maioria dos casos dos criadores de produtos artesanais, tudo começa como um hobby, os amigos começam a gostar, as encomendas chegam através de conhecidos, até o momento que resolve-se iniciar as vendas das peças através de uma plataforma ou rede social.

Essa é a história de Wellington Amarante, também conhecido pela sua marca Amarante Cerâmica Artesanal, trabalhou muitos anos com montagem de estandes para eventos de negócios, como projetista e vendedor, o que o levou a estudar design gráfico e essa escolha abriu novos caminhos profissionais. Com o tempo, ele se sentia esgotado do mundo corporativo e de trabalhar muito tempo em frente ao computador e assim, começou a procurar alguma atividade artesanal para relaxar. “Um dia assisti um vídeo de um ceramista oriental modelando um vaso no torno, me encantei ao ver um pedaço de barro se transformar em uma peça tão linda e decidi que era isso que eu queria fazer.” O primeiro passo estava dado.

Quando Amarante iniciou seus estudos na cerâmica, acabou recebendo uma certa influência da cultura oriental através de seu professor Roberto Schumaker, que não é japonês, mas apreendeu a técnica com orientais e tem muito respeito e admiração por todas as suas referências. O trabalho dos ceramistas Elizabete Fonseca e Gilberto Paim também foram inspirações para ele desde o início. O estilo do ceramista japonês Shoji Hamada em particular também o influenciou bastante. E assim, com o tempo, paciência e estudo, seu estilo foi se formando.

Um bowl que pode servir de fruteira, centro de mesa ou apenas para enfeitar a sua casa. Com esmalte especial criado por Amarante Cerâmica Artesanal 

NA SUA CASA, UM TOQUE FEITO À MÃO

Hoje, Amarante cria suas peças com o objetivo das pessoas se conectarem mais profundamente com seus lares e aproveitarem o presente ao utilizarem objetos únicos em cerâmica que valorizam os momentos mais simples. As peças do artista são inspiradas em cores, texturas e formas orgânicas da natureza. “Encontro referências também nos volumes da arquitetura e nas formas geométricas”.

Quanto as cores dos seus esmaltes, ele conta que produz seus próprios esmaltes, estuda as reações dos minerais e óxidos para criar tons com nuances e manchas que dão personalidade às peças. É um campo de estudo paralelo, complexo e cheio de surpresas, mas que segundo suas pesquisas, vale muito a pena.

A união da cerâmica à outros materiais resultou nesse kit com porta filtro e caneca em suporte de madeira. Para os amantes de café! 

A CERÂMICA COMO APRENDIZADO PARA A VIDA

Uma peça de cerâmica até chegar no estado de compra final passa por diversos processos. A partir da argila como matéria prima, ao utilizarmos técnicas, inúmeros tipos de processos, altas temperaturas, óxidos, esmaltes, e muito, muito cuidado e dedicação, podemos criar inúmeros objetos e esculturas. Como pequeno produtor, tudo que Amarante faz é criado por uma só pessoa, e é movimentado por ele mesmo. Ou seja, da compra da matéria-prima até as respostas por inbox no Instagram, por email, envio nos correios, criações, encomendas, tudo é personalizado, o que faz toda a diferença.

Sobre este processo todo, Amarante comenta que sem dúvida, seu maior aprendizado até agora com a cerâmica é deixar de querer estar no controle o tempo todo, deixar as coisas acontecerem, ter paciência e aceitar o que o forno o entrega. “Ao trabalhar com a cerâmica é possível atingir objetivos através das técnicas, mas as variáveis na produção são muitas e as vezes ela nos surpreende e até decepciona. Por outro lado, essas surpresas também abrem novos caminhos”.

Travessas minimalista com linhas

Ao perguntarmos quais seus planos para o futuro, ele nos conta que está trabalhando no projeto de linhas que valorizam as matérias primas, onde a cor e textura naturais são expostas. “A mistura da cerâmica com outros materiais, principalmente a madeira, é uma ideia em desenvolvimento também”.

Confira mais algumas de suas peças:  

Que tal um prato com bordas texturizadas? 

Copos com formato ergonômico

Vasos feitos à mão em cerâmica com grafismos inspirados em caligrafia 

Com design minimalista, esse jogo de café valoriza a simplicidade do momento

Para conhecer um pouco mais sobre o trabalho incrível de Amarante Cerâmica Artesanal, acompanhe e compre as peças através de seu Facebook e Instagram!

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários