As frases autorais de acolhimento à mulher e incentivo à liberdade feminina presentes nos quadros de Jamile Sayão agora também estampam lenços e cangas gigantes 

Jamile Sayão, 46, é designer e mora em São Paulo. Consolidou sua carreira na área de marketing de grandes empresas até o nascimento de sua filha, quando decidiu se reinventar. Formou-se em fotografia, mudou-se para Nova York, onde fotografou cafés da cidade e, posteriormente, para a Cidade do México, onde encontrou-se definitivamente com a ilustração e lançou o seu primeiro trabalho: a coleção de quadros Minhas Meninashá três anos, que faz sucesso até hoje com suas frases de acolhimento feminino estampadas ao lado de mulheres gigantes e sofisticadas.

Acostumada a se adaptar a novas situações, Jamile resolveu, em plena pandemia, estender seu portfólio e lançar uma linha de moda. Cangas, lenços e faixas dão continuidade ao discurso de imperfeição e amor próprio utilizado pela artista para convidar as mulheres a uma vida autêntica e leve.

Enquanto pôsteres com frases como “Soy Louca por mi”, “Remember who you are”, “I Love what I am becoming” decoram as casas femininas, mensagens como “Self Love is Love and Love is All you need”,  “Anda logo que o sol já vem”, “Universo Conspirando” e “Poesia e Protetor Solar” foram pensadas exclusivamente para as peças versáteis e limitadas que podem ser utilizadas em praias, parques e como objeto de decoração.

“Minhas Meninas foi um projeto que deu muito certo desde o início e resolvi que era hora de estender esse acolhimento feminino da casa para o corpo da mulher. São mulheres que representam a liberdade e atitude. E essa é justamente a essência do meu trabalho”, conta a artista.

Todas as peças de Jamile Sayão são comercializadas em seu perfil do Instagram e entregues para todo o Brasil. “Gosto de ouvir as histórias por trás de cada mulher que se identifica com as minhas meninas. E, muitas vezes, me emociono com os relatos que elas me trazem. Trabalho com o que faz bem para a alma”, finaliza Jamile.

Saiba mais sobre o trabalho de Jamile Sayão, e encomende a peça que mais gostou, em seu Instagram.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários