Não há limite de idade quando o assunto é autenticidade. Sentir-se bem é uma questão de aceitar-se do jeito que se é, dando valor à criação e ao cultivo da beleza interior ao longo da vida. Atributos como criatividade, bom humor, leveza e uma constante reinvenção de si mesmo revelam a maturidade de quem aprendeu a criar sua própria realidade.

Vestir-se pode ser considerado um ato revolucionário. Ao combinar peças de roupa com texturas diferentes, cores e acessórios de acordo com o próprio desejo, os padrões, tendências e normas ditatoriais do que pode ou não ser usado de uma só vez na mesma composição são incrivelmente subvertidos.

follow-the-colours-advanced-style-01

Ari Seth Cohen é um fotógrafo que mostra exatamente isso. Desafiador dessas normas culturais que tentam igualar conceitos de beleza e juventude, ele nivela esses conceitos no mesmo patamar, como se um dependesse do outro para existir.

Por trás de seu trabalho está uma inspiração maravilhosa: sua avó. Baseado em momentos especiais e nostálgicos vividos durante sua relação, Cohen começou a fotografar damas e cavalheiros estilosos que conhecia nas ruas, compartilhando suas fotos em seu blog Advanced Style, por volta de 2007.

Desde então, este projeto apaixonante rendeu lindos e celebrados trabalhos, como um documentário (disponível no Netflix Brasil), um livro best seller, e agora uma sequência recém lançada, chamada de Advanced Style: Older and Wiser.

Suas fotografias não se resumem a estilo, mas sim, a um estilo de vida sustentado por uma perspectiva otimista diante de um posicionamento que valoriza pessoas com bagagem e experiência de vida.


Cohen explica que seus amigos da terceira idade sempre foram empurrados para fora da sociedade, como verdadeiros fardos a serem carregados: “A sociedade faz deles indivíduos marginalizados, na tentativa de que se sintam inferiores; são essas as pessoas que largaram para lá as poções mágicas de antienvelhecimento e normas de como se vestir”.

Contra a propaganda maçante em favor da juventude eterna, essas pessoas exteriorizam um lado radiante, escolhendo a parte mais corajosa e arrojada de sua subjetividade, satisfazendo os próprios gostos e sendo fieis a como realmente se sentem por dentro.

O resultado é simplesmente deslumbrante e encantador. Suas roupas vão de ostentações divertidíssimas a despreocupações escandalosas, ao mesmo tempo em que transparecem suavidade e elegância na medida do desejo de cada um, afinal, a única regra aqui é ser feliz! 

follow-the-colours-advanced-style-02

Acompanhe as lindas fotografias de Ari Seth Cohen acessando seu site, seguindo-o no Instagram ou através da página no Facebook.

Via/Via/Via.

Viciada em açúcar, Marina Gallegani é movida pelas forças da natureza e tem fome de liberdade. Jornalista, escritora e fotógrafa amadora, se entrega às cores da vida e sonha com viagens ao redor do mundo. Em constante reconstrução, acredita ser eterna e tem a certeza de que o sorvete é uma das fórmulas da felicidade.

Marina Gallegani – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários