Há 20 anos essa senhorinha mergulhou em um mundo verde. Conheça Elisabeth Sweetheart, conhecida como The Green Lady!

Se você acha que possui uma paixão indescritível ou um amor incondicional por algo, ainda não viu nada. Pense na sua cor favorita, por exemplo, e veja se você realmente vive por ela, se veste com todas suas nuances possíveis e se torna o próprio tom em forma humana. Pois há uma senhorinha que leva isso muito a sério, mas de forma extremamente irreverente!

Definitivamente excêntrica, Elizabeth Sweetheart, de 74 anos, nascida na Nova Escócia, transborda sua cor predileta: verde. Seu mundo é verde. Todos os objetos possíveis de sua casa, roupas, maquiagem, e até mesmo seu cabelo são exclusivamente verdes. Digamos que a única coisa que não faz parte deste universo verde é seu marido.

Nos últimos 20 anos, Elizabeth usa o verde dos pés à cabeça, literalmente, em todos os sentidos. Ela é conhecida na vizinhança do Brooklyn, em Nova York, onde mora, como “The Green Lady” – “Dama Verde”.

O curioso é que tudo o que gira ao seu redor, mesmo sendo da mesma cor, varia de uma maneira uniforme, criando um espetáculo de tons sobre tons. Não há uma diferença gritante entre todos os tipos de verde que a rodeiam, mas tudo é escolhido de forma minuciosa e harmônica.

Sweetheart é uma artista. Pinta delicadezas em aquarela, e trabalhou por décadas na indústria da moda, sempre rodeada por cores, criando estampas feitas à mão para designers e fabricantes de roupas. Atualmente ela trabalha em casa, colecionando e vendendo peças vintage.

“Estou sempre fazendo coisas que me trazem felicidade, e o verde é, simplesmente, a cor mais alegre e positiva”, diz Sweetheart para o New York Post.

“Eu acho que agora estou viciada nisso”.

“Tudo precisa ser verde, não consigo dormir a não ser que seja verde”.

“Até meu marido, que não gostava muito de verde, ama isso agora”.

A escolha pelo verde não se trata apenas de uma simples diversão: “Isso me ajuda a passar pelos momentos difíceis, também”, afirma Sweetheart. Neste detalhe estão incluídas as mortes recentes de sua mãe e seu filho, além de duas cirurgias.

“Todos me aceitam como sou, e pelo fato de eu amar verde”.

senhora_verde

follow-the-colours-the-green-lady-verde-01

Realmente a paixão pelas cores não tem limite. Se algo ou uma cor te faz feliz, porque não usá-lo sempre a seu favor?

Assista ao vídeo do New York Post e encante-se com a alegria de Elizabeth Sweetheart!

Via/Via/Via.

Viciada em açúcar, Marina Gallegani é movida pelas forças da natureza e tem fome de liberdade. Jornalista, escritora e fotógrafa amadora, se entrega às cores da vida e sonha com viagens ao redor do mundo. Em constante reconstrução, acredita ser eterna e tem a certeza de que o sorvete é uma das fórmulas da felicidade.

Marina Gallegani – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários