Viaje pela história da moda por meio de materiais ricos em detalhes e preparados sob curadoria de grandes museus. Conheça o We Wear Culture

O Google é uma fonte inesgotável de conhecimento e possui algumas das ferramentas mais legais do mundo tecnológico. Criado para os apreciadores da moda, o We Wear Culture é um grande acervo online que reúne coleções incríveis de centenas de instituições ao redor do mundo.

A plataforma disponibiliza de maneira gratuita o acesso a conteúdos do Palácio de Versailles, na França, Museo Frida Kahlo, no México, the British Museum, em Londres, entre outros. Do Brasil, participam o Museu da Moda Brasileira, Museu da Pessoa, Museu Imperial, Museu Afro Brasil, Museu Carmen Miranda, Museu do Índio, Museu da Casa Brasileira, Instituto Moreira Salles, Conservação Rio+, Museu do Futebol e MASP.

Peça de Elsa Schiaparelli bordada em colaboração com Jean Cocteau

Há também histórias preparadas pelos curadores dessas instituições, que vão desde os movimentos da moda, abordando os punks do Reino Unido e o estilo das ruas de Tóquio, até a influência de ícones de Hollywood na maneira como nos vestimos. E como a moda também se adaptou como um reflexo dos tempos. Sabemos facilmente identificar décadas como os anos 50, 60 e 70 olhando o jeito como as pessoas se vestiam.

Valendo-se do recurso de realidade virtual, o Google também “deu vida” a quatro peças icônicas da história: o pretinho básico de Coco Chanel, os stilettos de Marilyn Monroe, o suéter e saia da Comme dos Garçons e o corsete de Vivienne Wetswood. No total, o We Wear Culture reúne mais de 3.000 anos de história da moda.

É possível se encantar com os mínimos detalhes de chapéus, sapatos, uniformes, jóias, rendas e bolsas feitas por habilidosos artesãos que são mestres em todo o processo de produção dessas peças, desde o primeiro esboço até o produto final em mãos.

Charlotte De Geyter Pittoors, 2016. Coleção da Academia Real de Belas Artes de Antuérpia

Navegar por esse acervo virtual é também uma maneira de entender como movimentos sociais e comportamentos moldaram sociedades ao longo da história. Há materiais que tratam da História e Cultura Negra, do Papel da Mulher na Cultura e da Democracia Americana.

Moda no Quênia e um pouco do que acontece quando falamos em estilo na África. Veja mais em African Heritage House.

Sentiu-se inspirado (a) para navegar neste mundo de informação? Acesse o We Wear Culture pelo link online ou pelo app Google Arts & Culture.

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários