Traduzindo do Sânscrito, Mandala significa: मंड  “essência” + “ter” ou “conter”. Também pode ser traduzida como círculo ou circunferência, totalidade, plenitude, derivando do termo tibetano “dkyil khor”. Acredita-se que cada mandala cria um campo de energia e magnetismo intenso, trazendo autoconhecimento, bem-estar, equilíbrio e relaxamento. Assim, cada vez mais tenho motivos para carregar no corpo, minha própria mandala.

Imagens via Pinterest, Google, Flickr, We Heart It.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários