Muito se engana quem acha que Colômbia ainda é sinônimo de cartéis de drogas e violência. Ainda que a série Narcos deixe esta percepção muito vívida na cabeça das pessoas, a capital do país está muito mais preocupada em se tornar referência de arte e fonte acadêmica. Repleta de campi universitários, galerias de arte, museus e artistas de rua, Bogotá encanta pelas cores expressivas a cada muro e imprime uma certeza: o graffiti é movimento cultural.


O graffiti em Bogotá vem ganhando mais presença e respeito nos últimos 9 anos, principalmente no bairro da Candelária. É incrível a quantidade de cor e expressão cultural e há um discernimento crescente entre graffiti como arte e não como vandalismo, o que tem aumentado a permissão para os grafiteiros trabalharem em muros privados. Bogotá é bem conservadora, mas a arte alivia isso sendo uma forma de soltar a voz.


A desclassificação do grafite como “crime” levou Bogotá a ser tornar uma referência de talento global com artistas locais. A capacidade de expandir e experimentar seus estilos com pouco receio de reprovação legal se mostrou atraente e, como resultado, a cidade pulsa com talentos nativos e internacionais. Muitas pinturas, por exemplo, valorizam a história indígena e são representadas com personagens olhando para o céu em agradecimento aos antepassados e busca por direcionamento.

Como a intenção da cidade é realmente se tornar referência em arte urbana, é possível fazer tours sobre o graffiti de forma gratuita! Uma das opções é o Bogota Graffiti Tour: nascido em 2011 por um australiano e outro canadense, ambos artistas de rua, atualmente este é um dos passeios turísticos obrigatórios na capital colombiana. O grupo se encontra no Parque de los Periodistas, percorre as ruas do bairro da Candelária, passa pelos arredores do centro histórico e termina depois de 3h de muita caminhada e imersão cultural.

VAI LÁ: BOGOTÁ GRAFFITI TOUR

Encontro diário no Parque de los Periodistas. O tour possui dois horários: começa às 10 da manhã e termina ao 12:30 ou começa às 2 da tarde e termina às 16:30. Saiba mais no site oficial do Graffiti Tour.

Mariana Grilli é jornalista e apaixonada por comunicação. Com conhecimento em revista, rádio e online, ela sabe que boas histórias podem ser contadas de diversas formas e sempre tem público! Gosta tanto de falar, que só o português é pouco e você pode trocar uma ideia com ela em inglês, francês e espanhol também. Quer tomar um café ou uma cerveja? Instagram: @grillimari

Mariana Grilli – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários