Viajar com qualidade? Sim! Quem mais está com saudade de fazer as malas? É certo que a pandemia mundial do COVID-19 mudou as formas de viver e pensar. Nesse isolamento social, muitos se questionam quando irão viajar novamente e não podem ver a hora de colocar a mochila nas costas e sair por aí desbravando o mundo. Porém, surgimos com um questionamento para vocês: o que é melhor neste momento? 

Foto: Ibrahim Rifath via: Unsplash – Conhecer e explorar

Qualidade em viajar: é mochilão ou viagem para um único lugar?

Fazer um mochilão e ir para muitos lugares em um menor período de tempo, com menos dinheiro e mais vontade de explorar, conhecer outras culturas e não se importar com alguns dos hostels ruins pelo caminho é sim, uma ótima opção. Viemos aqui para dizer que caso esse não seja seu estilo preferido de viagem e você queira optar talvez por uma pousada ou um hotel, um roteiro mais sucinto, porém para ir mais a fundo na cultura local e desbravar ao máximo o mesmo lugar: pode ser também! A qualidade está em como você viaja, olha só:

Evite cair na pressão que você deve viajar de uma mesma maneira que as pessoas ao seu redor e permita-se explorar novas formas de conhecer o mundo. Busque se aprofundar no local, conhecer gente diferente e evitar querer fazer tudo que você pesquisou. Você ficará mais cansado(a), aproveitará menos tempos nos lugares e com isso a qualidade da sua viagem cai.

Você pode viajar só, fazendo trilha, com mochilão, de bike, carro, trem, avião ou barco, nacional ou internacional, por algumas horas ou alguns anos e adivinhe: TUDO BEM! Qualquer que seja sua escolha, apenas sempre leve em consideração algumas dicas para viajar melhor (quando for possível, e se cuide por agora, ok? #fiqueemcasa)

Foto de Anja via: Unsplash – Qualidade e equilíbrio na hora de viajar

DICAS DE VIAGEM QUALITATIVAS
  • Viajar é conhecer! Então pesquise antes sobre a cultura local, gestos desrespeitosos para evitar, idiomas e roteiros.
  • Por mais que você não siga roteiros , estude o mapa para você saber voltar a pé para o seu alojamento, hotel, pousada, se for preciso (nunca se sabe).
  • Pesquise valores e também maneiras de economizar – os locais sempre tem as melhores dicas de onde comer e lugarzinhos escondidos onde conhecer.
  • Segurança! Armários com cadeados, andar a pé a noite, não ficar com o celular na mão… Básico! TODO lugar pode te dar uma boa ou má experiência. Procure as boas 😉
  • Fotos! Tire muitas, mas viva o momento também. Aquele prato lindo, aqueles stories infinitos… Repense seu modo de vida e saia do automático! Você pode e DEVE continuar tirando fotos legais, mas só tome cuidado para não esquecer que existe vida fora das telas.
  • Alô família! Se for viajar por bastante tempo, é legal dar aquela ligada para os parentes de vez em quando. Você que saiu e está em uma aventura não sente o tempo passar igual eles. Os 5 minutinhos de “Oi! Sim… Está tudo bem” podem ser mais importantes do que você imagina! 
  • Souvenirs: Quem não gosta de receber uma recordação? Mas aqui nos dividimos. Talvez seja legal comprar para todo mundo e talvez seja legal comprar só se você vir algo que te lembre alguém. De qualquer maneira, deixe essa parte mais para o final, assim você aproveita bastante e não queima o orçamento logo no início. Faça recordação dos seus mapas customizando-os com essa ferramenta chamada Snazzy Maps que edita as cores do google maps.

 

Foto por Rebe Adelaida via: Unsplash

E ai, o que achou? Qual seu próximo destino quando tudo estiver mais seguro? Conta para nós marcando a #ftcmag! E caso queira fazer uma viagem específica de arquitetura, a empresa Architectours oferece pacotes nacionais e internacionais.E por enquanto continue com o #fiqueemcasa! <3

Tereza Ribeiro é estudante de Arquitetura e Urbanismo com muito prazer e está sempre procurando aprender mais sobre um pouco de tudo, principalmente sobre cenografia, criatividade, inovação, filosofia, negócios e novas formas de viver. Regida sob novos desafios e convivência constante com a arte.

Tereza Ribeiro – já escreveu posts no FTCMAG.



Comentários