Aprenda a respirar melhor, relaxar e ter um voo mais tranquilo em todas as suas viagens. Confira dicas para superar o medo de voar

Os planos e destinos de viagens estão cada vez mais em debate nas rodas de conversas entre amigos e familiares. Para onde ir? Como ir? Porém, o caminho de ida e volta ainda pode ser assustador para muitas pessoas. Segundo o IBGE, 40% dos brasileiros tem medo de voar e alegam ansiedade durante o voo.

Para contornar essa situação e superar a ansiedade nesta etapa tão importante da viagem, conversamos com Mavis Brefo, Diretora de Expansão Global do aplicativo Calm, que recém lançou sua versão em português, e dá dicas de como se centrar, encarar este tipo de desafio e superar o medo de voar. Confira abaixo:

1 – CRIE UM AMBIENTE DE MEDITAÇÃO

Antes mesmo de já ter as datas de sua viagem definidas, inicie a prática de meditação em casa ou no lugar que mais te agrade. Crie este momento de calma e paciência e adapte à sua rotina. Empacote-o com carinho para levar para todas as situações da vida. Quando necessário, tire o app do bolso e leve todas as sensações e impactos positivos para onde quer que esteja, inclusive para os momentos que antecedem a sua viagem, durante o vôo e após terminar a viagem.

2 – ABUSE DOS EXERCÍCIOS DE RESPIRAÇÃO

Nós, mamíferos, respiramos 24 horas por dia, durante todo o dia e toda a noite, e nem percebemos. É um ato fundamental para nos mantermos vivos, uma vez que quando respiramos, levamos oxigênio para o nosso cérebro e corpo, e dessa maneira mantemos o seu funcionamento. Respirar bem, com consciência, ajuda a gerenciar melhor as emoções, além de colaborar para o alívio de momentos de ansiedade ou pânico. Realize treinos de respiração com pausas ritmadas, utilizando a “bolha da respiração” do app Calm, que ajuda o praticante a se concentrar, contar os segundos entre inspiração, retenção com ar nos pulmões e expiração, além de calcular a duração de tempo do exercício.

3 – PRIORIZE UM SONO DE QUALIDADE

O nosso cérebro recebe estímulos a todo momento, e muitas vezes isso acaba sendo um empecilho quando precisamos dormir. A mente não pára e o cérebro não desliga. Um dos principais objetivos dos apps de meditação e respiração é melhorar a qualidade do sono das pessoas e, por consequência, a qualidade de vida. Ouvir histórias para dormir possibilita que você foque em apenas um elemento, relaxe a mente até o sono tomar conta. Medite, sim. Sempre! Mas durma bem também. Vai ver como fica até mais fácil tirar uma soneca no voo.

4 – OUÇA MÚSICAS QUE TE ACALMAM

O uso da música para fins terapêuticos se embasa na capacidade que a melodia tem de estimular uma série de reações fisiológicas que fazem a ligação direta entre as emoções e as ações. O Calm, por exemplo, possui uma aba dedicada a músicas e sons da natureza que auxiliam os usuários no foco, no aumento de consciência do presente e acalmam o cérebro para estímulos vindos do estresse e ansiedade. Use e abuse do poder da música antes, durante e depois do voo.

5 – UM POUQUINHO POR DIA!

Mais importante do que meditar várias horas em dias espaçados, ou se apegar à meditação no dia da viagem, é aderir ao hábito um pouquinho por dia, todos os dias! No final das contas você terá distribuído uma dose de autoconhecimento e tranquilidade em todos os dias do ano. Deve ser um exercício diário e que você perceberá resultados já na primeira semana. Tente experimentar programas de apenas 10 minutos diferentes para cada dia da semana, em cada dia do ano nos aplicativos de meditação. Em pouco tempo você já conseguirá perceber os efeitos da prática e poderá meditar cada dia com mais prazer. Seja no avião, na beira da praia curtindo o sol ou viajando com o barulhinho natural da chuva.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários