Há algum tempo atrás, postamos várias ideias bacanas aqui para decorar ambientes usando a famosa tinta lousa. Ela tem o poder de transformar facilmente portas, salas de jantar, escritórios, cozinhas, quartos de criança e até banheiros (por que não?).

O efeito, que se espalhou pela web e tomou conta de várias casas, sempre nos deixou com a maior vontade de botar a mão na massa. Depois de pesquisar muito sobre o assunto e ver que dá para usar em vários ambientes, superfícies e materiais, decidimos pintar uma cozinha!

A experiência foi muito legal. Por isso, decidimos criar um passo-a-passo com 10 dicas ótimas para que a sua parede fique perfeita. Inspire-se!

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-FINAL

Você vai precisar de (materiais):

-Fita crepe, jornais, lona para forrar o chão;

-Bandeja para pintura (compramos um “Kit Pintura”que facilitou bastante. Vem a bandeja, vários rolos e pincel, além da espátula para mexer a tinta);

-Tinta Coralit Tradicional preta fosca – Tintas Coral;

-Rolo de espuma grande e pequeno;

-Pincel de cerdas macias para cantos e acabamentos;

-Aguarrás (para diluir a tinta e limpar os pincéis/rolos);

-Luvas;

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-04

1) A Coralit da Tintas Coral é um esmalte fosco feito para pintar madeiras e metais. Teoricamente, qualquer tinta esmalte fosca funciona bem para criar o efeito lousa, mas por conta do giz ser claro, opte pelas mais escuras. As duas únicas cores foscas da marca são o preto e o verde-escolar. Nós usamos a Coralit Tradicional Fosca Preta.

Dica: ao comprar a tinta, não tenha vergonha de tirar todas suas dúvidas com o vendedor e siga todas instruções descritas na lata. Assim, não tem erro.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-05

2) Defina o ambiente que vai ser pintado. Optamos por uma cozinha. Forre bem com lona, jornais e fita crepe. Como a parede estava branca, não precisamos lixar, nem nada, foi só aplicar a tinta.

Dica: forre bem os cantos dos móveis, tetos e rodapés. Como a tinta é preta, fica mais difícil depois para limpá-la.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-06

3) Coloque um pouco de tinta na bandeja. A Coralit Fosca é super fácil de aplicar, basta diluir 10% em aguarrás. Mexa com a espátula para ficar uniforme e pegue o rolo de espuma. Use luvas. Passe o rolo grande na tinta e comece a pintar no sentido vertical. Use o cabo (pode até ser de vassoura) como suporte para alcançar os lugares mais altos da parede. O pincel de cerdas macias ou o rolo de espuma menor servem para pintar cantinhos perto de móveis.

Dica: é super importante que a aguarrás seja de uma marca boa, como a da Coral. Acredite, isso faz diferença no resultado final. Use rolo de espuma. Nunca use rolo de pêlo com o esmalte, ele pode se soltar ou derreter junto à tinta. Use luvas também, pois a tinta pode espirrar nas suas mãos.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-11

4) Terminada a primeira demão, espere secar por 8 horas para aplicar a segunda.

Dica: se você é ansioso – como nós – recomendamos que você se distraia com algo durante esse tempo. A gente quer ver como vai ficar e as horas realmente não passam! Não se apresse para passar a segunda demão antes da primeira secar.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-13

5) Conforme você for dando as demãos, algumas “manchas” podem aparecer na parede. Isso é normal e vai depender muito de cada local. Passe a segunda demão e espere secar.

Dica: se ainda a parede tiver nesse aspecto acima, pinte mais uma vez até ela secar e você ver que as manchas desaparecem por completo. Neste caso, para a parede ter um efeito uniforme da lousa, usamos 4 demãos da tinta.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-14

6) Depois de dar todas as demãos e a parede ter ficado uniforme, tire os jornais, a fita crepe e a lona e dê o acabamento final com o pincel de cerdas nos rodapés, cantinhos e outros lugares que precisam de retoque.

Dica: Volte os móveis no lugar depois de 18 horas, após a parede secar completamente.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-16

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-12

7) Agora é só alegria! Compre giz coloridos para escrever e desenhar na sua nova parede!

Dica: Para quem tem alergia ao pó do giz, saiba que existe canetas de giz e giz antialérgico como opção.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-23

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-21

8) Hora de testar a coordenação motora! Escolha uma frase, um desenho ou um pensamento que você goste para inaugurá-la!

Dica: Fazer desenhos tipográficos e não errar no começo é bem difícil. Não desanime! Com o tempo a gente vai treinando e deixando a parede cada vez mais bonita!

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-24

9) Para enfeitar a cozinha um pouco mais, você pode pendurar um quadro ou pratinhos na parede se gostar. Usamos esses da Tok Stok junto com o pinguim e a jarra de abacaxi para a geladeira ficar mais colorida!

Dica: Pendure os quadros ou pratos em um lugar que não atrapalhe o espaço para você se expressar.

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-18

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-19

10) Apague, teste, teste, apague, escreva mais. Faça algo legal. Nós adoramos  – “Barriga cheia, coração contente” – e as visitas também!

Dica: Use sempre um pano úmido para apagar. Libere a sua criatividade sem medo. Errar faz parte. Deixe a sua cozinha mais feliz!

follow-the-colours-tinta-lousa-coralit-17

Por fim, deixamos o seguinte recado: Nunca tínhamos pintado uma parede, ainda mais de preto! Podemos dizer que a experiência é incrível. O resultado final, de colocar uma cor para fora, de se expressar dessa maneira, é muito bom, quase terapêutico para quem gosta. Tente, erre, aprenda e se divirta. Recomendamos a todos!

Agradecimento: Patrícia Rodrigues.

Não deixe de conferir o nosso board exclusivo no Pinterest sobre o assunto! Chalkboard Things.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários