follow-the-colours-braille-bricks (1)

“Um bloco de montar pode ser o que você imaginar, ou até o que você nem imaginava”. Partindo deste preceito, surgiu o Braille Bricks: um projeto experimental que transforma blocos de montar, como as peças LEGO, em uma ferramenta capaz de incentivar a criatividade, auxiliando na alfabetização e inclusão de crianças com deficiência visual.

follow-the-colours-braille-bricks (2)

Criado pela Lew’Lara/TBWA, em parceira com a Fundação Dorina Nowill para Cegos, o Braille Bricks eclodiu por meio de um insight, ao se observar o alfabeto Braille, o qual tem semelhança às peças de montar. Basta remover um pino ou outro dos blocos, e pronto!, tem-se o alfabeto especial desenvolvido a partir de um clássico.

follow-the-colours-braille-bricks (5)

follow-the-colours-braille-bricks (3)

follow-the-colours-braille-bricks (4)

Para Eliana Cunha, Assessora de Serviços de Apoio à Inclusão, da Fundação Dorina, o projeto, fruto de uma ideia criativa, surge para contribuir com o universo educacional. Felipe Luchi, CCO da Lew’LaraTBWA, comenta: “Ver crianças deficientes e não deficientes reunidas em torno desse produto – brincando e aprendendo – nos deixou muito felizes. Mas a meta é tornar esse produto um produto global”.

Para despertar o interesse em fabricantes a produzir o brinquedo em grande escala, a hashtag #BrailleBricksForAll vem sendo divulgada e compartilhada. Até o momento, a organização produziu peças suficientes para 300 crianças, entretanto, o Braille Bricks está disponível no site Creative Commons, onde qualquer empresa pode utilizá-lo e executá-lo. Muito bom, não?

follow-the-colours-braille-bricks (6)

follow-the-colours-braille-bricks (9)

follow-the-colours-braille-bricks (8)

follow-the-colours-braille-bricks (7)

Essa é a prova de que o design pode ser um super aliado quando falamos em inclusão social!

Mais informações sobre a iniciativa constam no site do Braille Bricks, incluindo depoimentos e vídeos sobre o projeto, além de um recurso interativo para que os visitantes criem suas próprias mensagens em Braille.

Via/Via.

Jornalista de moda e lifestyle, Selena Escher trabalha com conteúdo. Capricorniana e pesquisadora constante, adora arte, conhecer novas culturas, viajar, comer bem, a década de 1920, música, assistir a filmes e sentir-se livre.

Selena Escher – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários