A colagem é uma técnica artística que pode ser feita de diferentes maneiras e com a utilização dos mais variados materiais. É comum o uso de fotografias, recortes de revistas e livros e outros elementos impressos em papel

E quando se trata desta técnica, a artista inglesa Katie McCann é reconhecida em vários países. Ela tem se destacado no meio com suas colagens diferenciadas, as quais são feitas com elementos que remetem à fauna e flora combinados com fotografias

UM POUCO DA HISTÓRIA DE KATIE MCCANN

Nascida no Reino Unido, Katie McCann atualmente mora e trabalha em Berkeley, na Califórnia, Estados Unidos. Seu lado artístico esteve presente desde cedo em sua vida, o que fez com que levasse a artista a frequentar, nos anos 1990, a London College of Fashion (University of the Arts), uma das mais renomadas faculdade de artes em Londres, Inglaterra.

Com mais de 13 mil seguidores no Instagram, Katie compartilha seus trabalhos super criativos com os fãs dos mais diversos países. Seus projetos são realmente autênticos e demonstram sua visão de mundo. 

Em 2017 a artista recebeu o prêmio Lily Tomlin & Jane Wagner Award por seus trabalhos de colagens lúdicas, coloridas e totalmente diferentes de outras artes que existem por aí.

PAPEL, COLA E TESOURA: COMO É O PROCESSO CRIATIVO DA ARTISTA 

“Com apenas uma tesoura, crio colagens intrincadas e recortadas à mão que refletem minha obsessão vitoriana com fadas, flora e fauna”, diz a artista em seu site. Katie McCann tira imagens para fazer suas colagens de sua coleção de livros, gravuras e outras páginas de materiais diversos. 

Após recortar as imagens, a artista categoriza-as e faz a combinação de todos os elementos como se fosse um quebra-cabeça de papel. Segundo ela, suas colagens “são lugares onde a beleza é estranha, as criaturas são curiosas e um senso de maravilha prevalece”. 

Em muitas de suas obras a peça central é o rosto feminino, sendo o que a artista considera como um “reflexo do mundo natural e às vezes mágico”. 

Para complementar suas colagens exóticas, McCann utiliza imagens de animais, como pássaros, peixes e borboletas. Cada item pode representar algo: desde a prisão da mulher que está como foco do trabalho até sua libertação.

Ao longo dos anos e dos processos, Katie vai fazendo alterações em seus trabalhos e colagens. É o que ela afirma em seu próprio site: “Recentemente descobri que minhas colagens estão se tornando mais ordenadas e metódicas – objetos estranhos e bem organizados preenchem a página como fileiras de lâminas de microscópio de papel ou espécimes em um minúsculo gabinete de curiosidade”.

Katie McCann também diz que geralmente acontece de ficar com pilhas de elementos recortados sem que encontre um uso imediato. Mas logo em seguida, podem ser usadas em outras colagens, como se tudo fizesse sentido no tempo certo. 

É possível comprar suas colagens em sites como Etsy e Saatchi ArtAcompanhe também o trabalho de Katie McCann em seu Instagram e saiba mais em seu site

Luiza T. Marques é jornalista e trabalha com marketing como redatora e social media. Explorar lugares por São Paulo e ler bons livros são suas grandes paixões, ambas as quais ela registra tudo em caderninhos que estão sempre na mochila. Também gosta de aprender coisas novas e acredita que conhecimento deve ser sempre compartilhado.

Luiza Marques – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários