Após Zone1, Anti-Humans e Afro-Fem, o fotógrafo Pol Kurucz lançou seu novo projeto “Poor Billionaires” em que, além de fazer uma crítica social brilhante com seu estilo excêntrico e estética glam-trash, ainda sugere um exercício de empatia.

Neste trabalho, Pol convida o espectador à passar um dia nos extremos da sociedade e tem como objetivo diluir preconceitos e equívocos, fazendo com que os pobres sintam os medos dos ricos, e vice versa.

Afinal, a triste realidade é que ricos e pobres só têm ciência da vida do outro através de dramaturgias televisivas e redes sociais, ferramentas de uma superficialidade sem tamanho.

Outro ponto que merece nosso destaque é que os modelos que trabalharam com o fotógrafo francês e fizeram parte da produção de “Poor Billionaires” pertencem ao mesmo universo humanista e tiveram uma grande influência na concepção dos personagens e das cenas. O resultado final é simplesmente espetacular!

Pol Kurucz é um fotógrafo que nasceu em Budapeste e foi criado em Paris, na França. Após rodar o mundo, ele se estabeleceu no Rio de Janeiro, onde fundou o coletivo Kolor Rio.

Todos os cenários de “Poor Billionaires” foram construídos no estúdio do coletivo Kolor, no Rio de Janeiro.

Confira aqui outras séries do artista Pol Kurucz. 

Apaixonados por arte e pela riqueza cultural por trás dela, dois amigos com esse sentimento se juntaram e criaram o Dionísio Arte, site em que você encontra conteúdo sobre fotografia, quadrinhos, design e mais.

Dionísio Arte – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários