Todo ano a gente faz resoluções, né? A sua listinha pode incluir melhorar a rotina de exercícios, voltar a fazer aquele curso de cerâmica, viajar mais, aprender a cozinhar melhor, etc! Mas para realizar qualquer tarefa, haja energia! Há uma coisa que pode ajudar a sua vida, tanto no trabalho quanto em casa: a criatividade.

O ex-diretor de uma agência de publicidade, Jack Foster, diz que novas ideias são consideradas “rodas do progresso”, e adverte que sem elas ficamos sempre estagnados.

“Nunca houve um tempo em toda a história que nem atualmente, em que as ideias são tão necessárias e tão valiosas”, ele escreve em seu livro How To Get Ideas. “Nós vivemos em uma geração inundada com tantas informações que às vezes nos sentimos afogadas nelas, uma geração que exige um fluxo constante de novas insights, seja para atingir o seu potencial ou realizar os seus sonhos.”

Felizmente, é possível tornar-se mais criativo, inspirado e propenso a novas ideias com alguns exercícios. A maioria deles são fáceis e podem fazer parte da nossa rotina. Confira:

1 – FAZER ARTE

Você pode criar textos autorais, poesias, bordar, costurar, tocar guitarra, desenhar, fazer cerâmica, dançar, ou qualquer outra coisa que goste! Aqueles que vivem um estilo de vida criativo e se expressam através da arte de alguma maneira, tendem a ser mais felizes e saudáveis.

Explorar a criatividade dessa maneira faz com que você se sinta melhor, e há uma prova concreta de que a arte realmente cria mudanças físicas no corpo. O processo de criação impacta positivamente as células e reforça nosso sistema imunológico. Além disso, criar alivia o estresse, melhora o funcionamento do cérebro e a vida social, aumenta o bom humor e até previne doenças como o Alzheimer – aqui, trazemos 6 dicas para despertar o seu lado artístico (e como isso pode melhorar sua saúde).

E sim, é importante também expor seu trabalho. Deixe a vergonha de lado. Sua arte pode até ser uma válvula de escape, mas quem sabe não vira algo profissional? Mostrar seu lado artístico ao mundo é expor sua alma. Escute as críticas construtivas, avalie sua evolução, peça ajuda, opiniões, questione.

E se você está sem dinheiro, saiba que nunca foi tão fácil ter aulas. Hoje em dia podemos mergulhar em lições e vídeos que ensinam tudo, desde o básico da fotografia analógica até a história da arte egípcia. Aulas on-line gratuitas são oferecidas até por universidades de prestígio de graça. Então, sem desculpas, hein?

2 – MEDITAR

Parece bobagem, mas meditar, além de nos conectar com a gente mesmo, com o momento presente, pode ajudar a desenvolver os sentidos, a auto-consciência, a introspecção, é importante para a aprendizagem e memória e traz um relaxamento físico (fazendo tudo fluir mais facilmente).

De acordo com várias pesquisas, a meditação também pode alterar as estruturas físicas do cérebro permitindo que ele processe as ideias mais rápido. Quanto mais nós relaxamos internamente, mais criatividade e felicidade nós trazemos para o dia a dia. Se você não sabe por onde começar, 5 minutos por dia pode ajudar. Baixe algum app como Headspace, Calm, Breath.

3 – TOMAR BANHO

Não sei vocês, mas eu vivo tendo novas ideias enquanto tomo banho. Cheguei a comprar até um bloquinho de notas impermeável para anotá-las. Quando falava isso, riam da minha cara. Mal sabem essas pessoas que muitos têm grandes ideias no chuveiro. Segundo estudos, além do chuveiro, uma banheira pode impulsionar a sua criatividade também, diz Paulette Kouffman Sherman, psicóloga e autora de livros relacionados ao assunto.

Estudos feitos com universitários mostram isso. Muitos escritores e artistas afirmam ter mais inspiração perto da água. Para você ter uma ideia, a roteirista Dalton Trumbo sempre escrevia enquanto estava na banheira, e Agatha Christie, gostava de comer maçãs, enquanto pensava e flutuava na água.

Se você não pode pagar uma viagem para um spa ou fazer um retiro na praia no fim de semana, sua casa funciona muito bem, obrigado. Kouffman diz que seu ritual de banho diário envolve meditação e isso ajudou-a a escrever 21 livros.

4 – COMER MAIS FRUTAS, PEIXES E NOZES

Pesquisadores acreditam que você pode otimizar sua dieta para ser mais criativo – e sem surpresa, os alimentos recomendados são os básicos de uma dieta saudável. Eles incluem frutas e legumes, que contêm flavonóides que aumentam a criatividade; peixes, nozes e outros alimentos que são ricos em ácidos graxos ômega-3, que aumentam o desempenho do cérebro; bem como bananas, amêndoas e algas marinhas, que contém tirosina, um aminoácido ligado ao pensamento convergente. A abordagem funcionará através de uma dieta de longo prazo.

5 – OBSERVAR

Várias ideias circulam ao nosso redor todos os dias, basta você ter tempo, parar e olhar. Muitas pessoas não enxergam que elas também estão do lado de fora do ambiente de trabalho. Tina Seelig, autora e palestrante, em seu curso sobre criatividade, inovação e empreendedorismo na Universidade de Stanford, faz um exercício disso bem interessante: envia seus alunos para um shopping e os fazem procurar lojas e produtos com novos olhos. Um outro estudo ousado sobre Criatividade e Cópia na arte também descobriu que contemplar uma obra de arte poderia produzir efeitos criativos nas pessoas. 

Observar o mundo com foco realmente aguça a criatividade. Muitas vezes quando você presta atenção às pequenas coisas que estão ao seu redor, você consegue reconhecer problemas que logo podem ser transformados em oportunidades.

Quando você se cerca de coisas diferentes e se livra do pré-conceitos, por exemplo, consegue enxergar além. O segredo é exercitar esse olhar. É importante buscar referências na internet sim, mas também é legal se atentar aos detalhes do dia a dia: a cor do céu, as flores caídas no jardim, a arte em um muro esquecido, a conversa com o senhorzinho que é cabeleireiro no bairro há anos – tudo pode virar inspiração e futuramente ser transformado em criação e arte. 

6 – CAMINHAR

Mark Zuckerberg é conhecido por suas reuniões em que não para de andar pelo Facebook – e há uma boa razão para isso: colocar um pé na frente do outro está relacionado a geração de ideias. Pesquisadores da Universidade de Stanford descobriram que o ato de caminhar aumenta a inspiração criativa, seja feito dentro de um ambiente ou fora.

O estudo envolveu experimentos que relacionava o pensamento criativo dentro de quatro diferentes condições: caminhar em uma escada rolante, sentar-se dentro de uma sala de frente para uma parede em branco, caminhar ao ar livre, e sentar-se ao ar livre. Os pesquisadores mediram o pensamento dos participantes e a sua capacidade de gerar insights. Os níveis de criatividade foram consistentemente e significativamente maior nos que andaram em comparação com aqueles que se sentaram. 

Agora você já sabe: talvez quando der aquele bloqueio, ir até a padaria da esquina da firma, tomar um cafezinho, não seja nada mal! Está provado que o melhor lugar para ter ideias inovadoras é fora do escritório.

7 – ANOTAR TUDO

Que tal anotar tudo? Anote pensamentos, ideias, frases de livros, marcas, produtos legais que você encontrou no supermercado, memórias. Anote tudo sem preconceitos. Escrever é uma ótima forma de estimular a concentração, auxiliar no combate ao stress, ansiedade, depressão e pode ter até efeito positivo sobre problemas físicos, já que nos torna mais sensíveis e mais informados sobre o que está na nossa mente. Vale registrar as ideias em caderninhos, no celular, em um bloco de notas. Futuramente, todos esses insights podem virar boas ideias!

8 – DORMIR MELHOR

O sono é recomendado para estimular o funcionamento cognitivo que a criatividade exige. Então já sabe, durma bem. Tanto o sono de uma noite inteira quanto os cochilos de energia (20min) durante o dia, que ajudam na geração de ideias. Salvador Dalí e Thomas Edison eram conhecidos por cochilar regularmente por esse motivo.

Dormir o suficiente à noite, no entanto, é particularmente importante para a solução criativa de problemas. Um estudo publicado em junho de 2018 sugeriu que tanto o sono REM quanto o não-REM desempenham um papel importante no aprimoramento do pensamento criativo de uma pessoa. Uma das maneiras mais fáceis de se tornar um melhor dorminhoco é desenvolver a “estabilidade do sono”, o que significa ir para a cama e acordar todos os dias à mesma hora (mesmo nos finais de semana).

9 – PARAR DE PROCRASTINAR

Dizem que os gênios criativos como Leonardo da Vinci e Frank Lloyd Wright eram famosos por esse tipo de comportamento. No entanto, se você deixar uma tarefa para o último minuto, sabendo muito bem que ainda será capaz de fazer o seu trabalho – e bem feito – suas ações podem ser descritas com mais precisão como “atraso proposital”.

Verdadeiros procrastinadores, por outro lado, acabam produzindo um trabalho que é pior não apenas em qualidade, mas também em termos de criatividade.

Algumas estratégias úteis para parar de procrastinar incluem trabalhar durante as horas do dia em que você é naturalmente mais produtivo, dividindo as tarefas importantes em várias tarefas mais fáceis de gerenciar e minimizando as distrações enquanto trabalha, como desligar o telefone.

10 – SE INSPIRAR ONLINE

Uma infinita fonte de inspiração: a internet. A criatividade de muitos usuários chega a ser hipnotizante. Temos diversos sites e blogs que abordam assuntos sobre moda, decoração, humor, arquitetura, fotografia entre outros. Vamos imaginar que você tem como hobby; a fotografia, por exemplo. Está curtindo muito fotografar e quer estudar mais e a mostrar as suas imagens para o mundo. Por onde começar?

Vale usar os recursos que a própria internet oferece – para fotógrafos, as plataformas de montagem de portfólio, por exemplo, vídeos no YouTube para aprender, blogs para estudar, etc. Como diz o livro “Roube como um Artista”, nada é original. Veja o que a galera anda produzindo, transforme o que te agrada mais em uma referência, e assim vai. Ouvir Podcasts, assistir séries e palestras online como as disponibilizadas pelo TED, também são um poço de inspiração, repletos de conteúdos que podem alterar a sua perspectiva.

Com as redes sociais, por exemplo, você pode conseguir mais inspiração do que imagina. O Pinterest e Instagram, são particularmente úteis porque te permitem visualizar criações relacionadas ao seu próprio campo de trabalho e, além disso, ver outros assuntos úteis para a vida.

E você? Como se inspira? Conte aqui quais são seus truques para ter energia e inspiração o ano todo!

*Este post foi criado exclusivamente para o Blog Todeschini. Todo mês você encontra essas e outras matérias incríveis do FTC por lá! Vale a pena acompanhar!

Imagens: Unsplash

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários