mundo cinza cores depressão

As cores têm um papel tão importante nas nossas vidas, que nós as usamos para descrever nossos sentimentos e ações. Você já se sentiu azul de fome, verde de inveja, roxo de raiva ou viu o mundo rosa por estar apaixonado? Já dissipou uma nuvem negra quando finalmente teve uma oportunidade de ouro e não conseguiu realizar? Já enxergou o mundo cinza quando estava triste ou deprimido? Pois é sobre essa última constatação que hoje vamos falar. Essa percepção de que um mundo triste é um mundo sem cores vai muito além da linguagem.

O fato agora tem prova científica. A descoberta, realizada por cientistas alemães, prova o que há séculos os artistas tem manifestado na pintura, na literatura e em outras obras, além de revelar que a depressão causa uma alteração fisiológica na visão, levando à perda de sensibilidade na vista e fazendo com que os pacientes enxerguem a vida literalmente em tons de cinza.

O estudo “Seeing Gray When Feeling Blue? Depression Can Be Measured in the Eye of the Diseased“, da Universidade de Freiburg, mostra que pessoas com a doença são realmente menos sensíveis aos contrastes de cor.

mundo cinza cores depressão

Os pesquisadores realizaram testes na retina de vários voluntários e mostraram que o efeito é semelhante ao ato de diminuir o controle de contraste em uma TV. Para os especialistas, a conclusão da experiência foi tão clara que eles acreditam poder usar, em futuro próximo, um teste de visão para medir níveis de depressão em pacientes que apresentem os sintomas.

Essa pode ser a razão também para explicar o motivo de tantos artistas ao longo dos tempos, independentemente da cultura ou língua, retratarem os sintomas usando símbolos da escuridão e tons cinzentos, como o da tela ‘O Velho Guitarrista‘ de Pablo Picasso, produzida em 1903.

Para o psiquiatra da Unicamp, Paulo Dalgalarrondo, que atende na área há mais de 20 anos, essa é uma reclamação constante de quem busca o tratamento para a doença. Seus pacientes frequentemente reclamam disso. A boa notícia, diz Paulo, é que isso é reversível assim que o paciente cura a doença. De acordo com o médico, as pessoas diagnosticadas com depressão têm a sensação de que “o mundo está mais apagado” e que a música não soa como antes. Nosso humor consegue afetar a maneira como nós enxergamos o mundo à nossa volta.

mundo cinza cores depressão

Interessante, não? Lembrando que depressão e tristeza são duas coisas completamente diferentes. A doença deve ser levada a sério e ser tratada com a ajuda de um bom profissional. Fora isso, nos resta ficar atentos aos sinais, tentar olhar a vida com outros olhos, com mais otimismo e sempre com mais “cores”.

mundo cinza cores depressão

Imagens: Shutterstock.

Acompanhe o projeto Gotas de Cor também pelo Facebook+Instagram+Pinterest

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no FTCMAG.



Comentários